Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930


Pesquisar

 


Professores pagam para trabalhar e não recebem

Sexta-feira, 25.11.11

Os professores licenciados a exercer funções nas actividades de enriquecimento Curricular (AEC), através do “Projecto Escola a Tempo Inteiro” (PETIz) da Universidade de Aveiro, nos agrupamentos escolares de Aradas, Cacia e Eixo estão sem receber desde 19 de Setembro, ou seja, ainda não receberão nada desde que se iniciou o corrente ano lectivo.

 

Para além de não receberem, o que já de si é muito grave, ainda acumulam despesas regulares com segurança Social, finanças, deslocações para as escolas e materiais didácticos.

 

Estes professores estão numa situação insustentável.

 

Esta situação deve-se ao facto do Ministério das Finanças ainda não ter autorizado a contratação de uma entidade exterior aos agrupamentos, neste caso a Universidade de Aveiro que por sua vez contrata estes professores.

 

Os deputados do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, João Semedo e Catarina Martins já questionaram o Ministério das Finanças sobre esta grave situação em que se encontram professores, pais e alunos destes agrupamentos. Ler aqui a pergunta

 

Hoje uma delegação do Bloco de Esquerda, constituída pelos dirigentes Joaquim Dias e Nuno Serrano, deslocou-se à escola de Azurva, (freguesia de Eixo, Concelho de Aveiro), onde em contacto com pais e alunos, pode verificar os graves transtornos que o ministério das finanças está a causar na comunidade escolar.

 

Com a recusa por parte dos professores das AECs em trabalhar, já que não recebem, os alunos a partir das 15:15h ficam sem qualquer acompanhamento.

 

Praga de mosquitos na escola da Azurva

Para agudizar ainda mais esta tragédia, esta escola é afectada por uma praga de mosquitos, que surpreendentemente ainda nenhuma entidade tentou solucionar, estando claramente em causa a saúde pública, em particular de toda a comunidade escolar da escola de Azurva.

 

O BE vai exigir responsabilidades as entidades que deveriam já ter posto cobro a esta praga e que surpreendentemente ainda nada fizeram.

 

O BE relembra que os mosquitos são insectos que facilmente propagam pragas, que causam graves problemas de saúde e por vezes autenticas calamidades.

 

O BE irá questionar o Ministério da Saúde exigindo explicações para esta grave inoperâncias das entidades responsáveis pela saúde em Portugal.

Bloco de Esquerda Distrital de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 19:37


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...