Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




calendário

Janeiro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Pesquisar

 


Bombeiros de Arrifana mantêm tradição com Jantar das Esposas

Terça-feira, 19.01.10

 

Data do primeiro convívio perde-se no tempo. Presença das esposas dos bombeiros é uma obrigação.

 Na próxima quarta-feira, dia 20, cumpre-se em Arrifana a tradição. O salão dos Bombei­ros de Arrifana será palco de  mais um 'Jantar das Esposas'. A data do primeiro convívio perde-se no tempo, mas a tradi­ção terá começado há 60 anos.

 Neste jantar, a presença das esposas é obrigatória. Assim exigem os bombeiros. Por isso se chama de 'Jantar das Espo­sas' o convívio. "As esposas são nossas convidadas de honra", diz António Augusto Leite, pre­sidente da Direcção dos bom­beiros. "Durante o ano, ficam longo tempo privadas dos seus maridos. Esta é uma boa forma de reunirmos a família", acres­centa.

Neste convívio, participam as esposas de bombeiros que fi­zeram ou fazem parte do corpo activo. Na próxima quarta-feira, devem comparecer à 'cha­mada' cerca de 150 pessoas. À mesa, haverá sardinha salgada com grelos e bacalhoada. "Cum­pre-se a tradição com rigor", assinala o presidente dos bom­beiros.

 Nos últimos anos, a tradição em Arrifana passou igualmen­te a integrar os maridos. O corpo activo ganhou a presença de várias mulheres. O 'Jantar das Esposas' passou, por isso, a in­tegrar os maridos. "Esta é uma boa forma de honrarmos quem está ao lado de quem por aqui anda", diz António Augusto Leite.

 No próximo feriado, o presi­dente dos bombeiros aproveitará a ocasião para algumas breves mensagens aos presen­tes. Agora que o novo ano ar­rancou há 18 dias, António Augusto Leite dirigirá "algu­mas palavras para quem tiver ouvidos ou para quem queria ouvir". Acima de tudo, diz, "enaltecerei o trabalho dos ho­mens e das mulheres da paz".

 O 'Jantar das Esposas' terá começado há cerca de 60 anos. Nesses tempos, um pequeno grupo de bombeiros de Arrifa­na juntava-se à mesa para co­memorar a data das Fogaceiras. Na ocasião, as lojas do Catrino ou a do Mingos eram as eleitas para a jantarada.

 Um dia, o comandante Amorim (um dos comandantes) pen­sou realizar o jantar no dia das Fogaceiras no salão dos Bom­beiros mas com uma vertente importante - as esposas teriam que estar presentes. O coman­dante entendia que elas, mais do que ninguém, mereciam esse 'prémio'. A presença das espo­sas no jantar teria como objecti­vo incentivar, compreender e ajudar cada vez mais os mari­dos bombeiros na árdua tarefa que enfrentam dia-a-dia.

(in Terras da Feira)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 09:34

6 comentários

De Anónimo a 19.01.2010 às 21:01

O que será a comida?

De Anónimo a 19.01.2010 às 23:39

O mesmo de sempre... sardinhas e bacalhau cozido...

De Anónimo a 20.01.2010 às 19:57

Sardinhasssssssss neste tempo???

De Maria a 19.01.2010 às 23:21

Eu concordo plenamente, as milheres ou maridos são muito sacrificados, pois também há mulheres bombeiras.
Devem continuar a tradição.

De Anónimo a 27.01.2010 às 22:16

Só servem mesmo para comer....Serem mais profissionais naquilo que fazem....nepias....

De Filipa Pinho a 01.03.2010 às 14:31

Gostaria de ver o senhor anonimo a fazer melhor se tem tanta vontade de o fazer já agora comece por se identificar. E deixe se de paleio estragado comece por crescer culturalmente !!!!!!!!!!!! gente ignorante estamos nós cansados de ver aqui a comentar seja intelegente .

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...