Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930


Pesquisar

 


ATL sem fim à vista

Segunda-feira, 21.09.09

"Direcção reconheceu que o despedimento havia sido ilícito, garantindo, apenas, que o processo será conduzido legalmente.
As três das cinco funcionárias do Centro Infantil do Centro Social Paroquial de Arrifana despedidas no âmbito do encerramento da valência de ATL foram reintegradas, por ordem judicial, depois de terem interposto uma providência cautelar. O regresso ao trabalho ocorreu na manhã de 6ª feira mas, à saída do tribunal de trabalho de Santa Maria da Feira, não sabiam que funções iriam exercer.
Até ao encerramento do ATL uma delas era técnica de ocupação de tempos livres, outra era animadora sócio-cultural e a terceira era ajudante de ocupação. As duas que não foram despedidas exercem funções nas valências de Centro de Dia e Centro Infantil.
A advogada das três funcionárias que exigiam a reintegração, Palmira Monteiro, explicou que em audiência de providência cautelar, a Direcção do Centro Social reconheceu que o despedimento havia sido ilícito porque não respeitara o prazo legal. Isto é, as funcionárias não tinham sido avisadas do despedimento com a antecedência de dois meses. A Direcção terá dito que não houve má-fé no despedimento, que acabou em reintegração.
Em declarações ao "Terras da Feira", o presidente da Direcção, José Carlos Ribeiro, explicou que as funcionárias, apesar de terem sido reintegradas, não teriam funções para exercer. "Vamos tratar do processo de despedimento de forma legal" - frisou José Carlos Ribeiro.
As audiências foram marcadas para dias diferentes (passadas quarta e quinta-feira e a última esta segunda-feira) mas na segunda sessão os três casos ficaram resolvidos."

Noticia retirada do Terras da Feira de 21.09.2009

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 20:31

7 comentários

De Anónimo a 21.09.2009 às 23:02

O despedimento foi reconhecidamente ilicito e o encerramento do ATL, terá sido licito???

De Maria a 21.09.2009 às 23:17

Agora é que falta saber.
Não deixam os pais fazer nada.

De Pai inconformado a 22.09.2009 às 13:57

Vão tratar do processo de despedimento de forma legal...
E isso impede-os de ir ao juiz justificar?
Não me parece...
E o Centro vai-se sujeitar às perguntas do juiz?
Pago para ver...

De Anónimo a 23.09.2009 às 21:12

E as funcionárias em questão vêm para a rua e ponto final, ganham sempre os que estão no poder.

De Anónimo a 24.09.2009 às 19:58

Alguém que abre mão das indeminizações que elas deixaram de receber, tem que estar "muito bem calçado", com informações que comprometem muita gente.

De Anónimo a 24.09.2009 às 21:16

Aguentar lá à espera do tempo de receber o que tem direito não deve ser fácil.
Esse senhor deve ser um monstro.

De Joaquim Alves a 29.09.2009 às 19:41

Boa tarde conterrâneos. Já fiz alguns comentários acerca do encerramento do ATL. É óbvio que me interesso por tudo o que se passa na minha terra. Já se disse que o ATL nunca deveria ter sido fechado, uma vez que oferecia um serviço de qualidade e deixou os pais e as crianças mal servidas porque as escolas não oferecem as condições necessárias. O serviço que se presta nas escolas não se pode comparar àquele que usufruiam no Centro Social, graças às colaboradoras que lá estavam. Fiquei satisfeito por saber que depois do despedimento ilícito de que 3 das funcionárias foram vítimas, estas recorreram ao tribunal do trabalho, mas não houve julgamento, uma vez que a direcção do Centro Social reconheceu que o despedimento tinha, de facto, sido ilícito, e as ditas funcionárias foram reintegradas. Fiquei contente, sim senhor. O que não me agradou foi saber que as senhoras estão numa sala a olhar umas para as outras, quer dizer, não estão a trabalhar, estão apenas a cumprir horário. É desumano, vergonhoso e grave, pois estes comportamentos não são dignos de uma instituição ligada à Igreja. O Sr. Padre tem conhecimento desta e doutras situações, nomeadamente algumas que dizem respeito à Fábrica da Igreja. Resta saber se o Sr. Padre vai ter coragem e capacidade para acabar com estes bandos de corruptos que estão à frente destas instituições. Pelo bem da nossa terra.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...