Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




calendário

Agosto 2009

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Pesquisar

 


M.F.L. não precisa de férias

Terça-feira, 04.08.09

 

Hoje apetece-me falar dos “grandes”, vou divagar a minha percepção das “coisas” em relação ao governo.
Manuela Ferreira Leite, afirmou não precisar de férias, porque já as gozou.
Temos a Manuela Ferreira Leite a concorrer a Primeiro Ministro, uma determinadíssima economista que diz em público: “Enquanto o Estado fizer tudo, o país não vai crescer”. Fantástica observação, extraordinária frase. Vai ficar para a posteridade. Parece que os portugueses têm tudo feitinho pelo governo central, só nós é que não conseguimos enxergar nadinha.
Então será verdade que o Estado faz tudo e não deixa nada para os privados? Será mesmo que não existe “Privado” em Portugal? Estará Manuela Ferreira Leite a pensar governar o país somente com uma economia privada? Até nos parece que o estado vai “fechar portas” para obrigar Portugal a trabalhar.
Podemos fazer uma breve análise às áreas em que o estado intervém e descobrimos o seguinte: educação, saúde, defesa e participações, directamente ou indirectamente (através de empresas públicas), em empresas nacionais como a EDP, Caixa Geral de Depósitos…etc.
Como podem ver nada de mais, nas primeiras o estado “brinca” à educação (tira, tira, tira), “brinca” à saúde e (obriga, obriga, obriga) a trabalhar de sol a sol, na defesa (investe, investe, investe) para a “guerra de ultramar”, esquece-se é que isso já foi há muito. Trauma de guerra.
Ora parece-me que a Manuela Ferreira Leite, anda a dizer entrelinhas que se ganhar vai privatizar, privatizar, privatizar e sabem o quê? Educação, saúde e segurança. Vamos entrar num regime de Neoliberalismo em que o privado vai dar cabo do “trabalhador”. O estado lava as mãos, descansa, reduz o peso na economia e faz férias no sul de Espanha. Será disto que precisamos?
Parece-me que se isto acontecer, entramos numa do salve-se quem puder, ou melhor quem for rico.
Vou pensar se valerá a pena analisar o que anda a fazer Sócrates.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por kolaborador_4 às 15:15

3 comentários

De Anónimo a 04.08.2009 às 21:56

“Enquanto o Estado fizer tudo, o país não vai crescer”. Foi somente uma frase infeliz, se ela for lá para dentro faz como os outros.

De Anónimo a 06.08.2009 às 09:13

Enquanto continuarem a existir políticos como Manuela Ferreira Leite, Sócrates e outros que tal este País "jamais" será uma coisa parecida com um País democrata.
É perfeitamente inadmissível que políticos (???) como Isaltino, Valentim, Felgueiras, António Prieto e tantos, tantos outros continuem a poder impunemente concorrer ao que quer que seja. Haja dignidade. Então como se compreende que os cabeças de lista por Aveiro sejam quem são?País de merda, é o que isto é.

De Anónimo a 06.08.2009 às 12:24

Ora não é verdade? Mais vale mudar de país.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...