Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




calendário

Abril 2007

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930


Pesquisar

 


Métodos inovadores de sinalização.

Segunda-feira, 23.04.07

Decerto que todos se recordarão de há uns tempos atrás o Kaska e Deskaska ter publicado alguns dos modernos e inovadores métodos de sinalética utilizados na nossa Billa . A este tipo de obstáculos existentes na via pública normal e habitualmente apelidamos de manilhas (objectos que normalmente servem para levar por baixo da terra, água ou eventualmente a merda que ninguém gosta de ver por cima das estradas), os técnicos de trânsito da nossa Junta chamam-lhe retundas " (não rotundas ou retondas ), ou seja, obras de arte orientadoras do sentido de trânsito.

Curioso no entanto é o que se verifica na confluência das Ruas Saul Eduardo Rebelo Valente com a Rua Maestro Roberto Nunes e Rua Cristóvão Colombo - (é aquela coisa branca, na foto de baixo do lado direito, com uma seta azul indicativa do sentido de trânsito encimada por um ramalhete ou aprendiza de árvore) .

Há uns tempos atrás tive a oportunidade de chamar a atenção para a deficiente sinalização horizontal e vertical existente nas Ruas Saul Eduardo Rebelo Valente e Rua Cristóvão Colombo, pois se mal estava, muito pouco melhor ficou.

Eu recuso-me a tirar uma fotografia à merda que fizeram ali mesmo junto ao Falecido Maurício.

Resultado do que lá se fez - um autêntico método ultra inovador de sinalética - dividem a estrada com risco ao meio (tipo o penteado do Paulo Bento, estão a ver?)  e ... "eureka" !!! a obra de arte orientadora do sentido de trânsito fica quase a meio da faixa do lado direito.

Isto nem ao diabo lembraria, pois não ... mas lembrou aos pintores que com enorme "tranquilidade" andaram a repintar o pintado a tracejado.

Eu recuso-me a colocar a fotografia daquilo neste meu post, recuso-me a aceitar que fizeram aquilo na minha terra, numa terra que eu pensava ficar longe do Entroncamento, afinal aqui na Billa também há fenómenos.

Façam fila (bicha não, que poderão fazer juízos precipitados), marquem excursões, mas por favor venham deliciar-se com este fenomenal método inovador de sinalização que os técnicos de repintura enviados pelo Midinho inventaram.

Na verdade, ele há praí cada uma.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por kabilkar às 13:54

3 comentários

De Laura a 23.04.2007 às 15:43

Bom post
E o mais giro no meio disto tudo, são os enfeites das (retundas) parecem jardins da Madeira.
Infelizmentente nesta terra há de tudo um pouco. Mandar não custa, sabem o que custa? É estar perto dos trabalhadores, ao sol e ao frio a explicar como a obra deve ser feita. Mas infelizmente escreve-se um rascunho e dá-se os pobo para escavar, não se explica como se escava.

De Anónimo a 23.04.2007 às 23:05

Eu desafio algum munícipe desta terra a ter a coragem de fazer um slaid destas maravilhas, e exibi-las na próxima quinta feira em plena assembleia de freguesia, suponho que a assembleia dará autorização para que se mostre tamanha beleza, é que estes casos só no programa de só "visto"é que tem graça, caso contrário no local onde estão, não tem graça nenhuma. Eu começo a ter vergonha de dizer que sou de Arrifana, porque já tenho sido apelidado de ser da terra das manilhas, e ESTA HEM ?

De Anónimo a 24.04.2007 às 14:13

A terra das manilhas, bom nome, gostei.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...