Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




calendário

Março 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Pesquisar

 


ATL - Julgamento

Terça-feira, 25.03.14

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Concessão da água em Santa Maria da Feira...

Domingo, 02.03.14

... é altamente ruinosa para os contribuintes, segundo o Tribunal de Contas

 

O Tribunal de Contas fez uma análise às PPP no setor das águas, essa análise é demolidora no que toca à concessão da água, celebrada entre a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira e a empresa privada INDAQUA Feira.

 

O relatório do TC confirma aquilo que sempre foi posição do Bloco sobre esta concessão: este negócio foi um “saque” ao erário público e aos consumidores, que engorda fortemente os cofres do privado, mas ao mesmo tempo esvazia os cofres da autarquia e as carteiras dos feirenses.

 

As alterações contratuais penalizaram sempre a autarquia e os consumidores de forma grosseira. De referir que sempre que houve alterações contratuais estas resultaram no aumento do tarifário, no pagamento de compensações financeiras pagas pela Câmara à Indáqua e resultaram também na prorrogação do prazo de concessão de 35 para 50 anos. Estes resultados mostram bem que a Câmara Municipal cede sempre a todos os interesses da Indáqua e não consegue fazer valer os interesses dos feirenses.

 

Neste relatório do TC constata-se que a INDAQUA Feira chega ao cúmulo de cobrar aos consumidores uma taxa pela utilização de um contador totalizador cujo diâmetro é superior ao que seria necessário para medir os consumos realizados nas partes comuns. Tudo isto com a bênção da autarquia feirense.

 

Mais, a Indáqua quer uma compensação financeira por não estar a obter os lucros que tinha previsto inicialmente. O mais ridículo é que essa compensação está prevista no contrato. Ou seja, no fim, a Indáqua ganha sempre. Se tiver lucros fica com eles. Se não tiver tantos lucros como queria ter exige que a Câmara Municipal lhes pague uma compensação. Numa palavra: é um assalto!

 

De todas as concessões de água no País, os encargos públicos diretos no conjunto destas concessões representou um investimento público global na ordem dos 93.3 milhões de euros. Sendo o município de Santa Maria da Feira recebeu a maior fatia do bolo, no valor total de 43.5 milhões de euros.

 

Para o BE, este relatório tem uma clara leitura politica. O PSD enquanto executivo da autarquia feirense, não defendeu os interesses tanto da autarquia como dos feirenses, realizando um negócio que é um descalabro para os habitantes do Concelho. As conclusões deste relatório são evidentes, Alfredo Henriques (altura era o Presidente da Câmara) e o seu executivo lesou o interesse público de forma grosseira, revelando uma incompetência colossal.

 

Ler aqui relatório do tribunal de contas sobre a concessão em Santa Maria da Feira

 

 

Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 22:26

Piscinas com problemas

Domingo, 02.03.14

O Bloco de Esquerda teve conhecimento que na piscina da Cidade de Fiães tem havido infiltrações de águas da chuva. Em dias de chuva, chove, inclusivamente, na secretaria. Em anexo segue foto que comprova as infiltrações.Neste caso, junto a uma instalação elétrica. É notório que a segurança de utentes e trabalhadores não está salvaguardada e está em causa.

 

Este equipamento é gerido pela empresa municipal “Feira Viva, Cultura e Desporto EMM” que tem mostrado uma total falta de cumprimento das suas obrigações, como as da manutenção dos equipamentos por ela gerida.

 

Para além do problema de infiltrações nas piscinas de Fiães, o BE teve também a informação que as luzes de emergência estão avariadas nas piscinas das Cidades de Lourosa e Santa Maria da Feira. Mais uma vez, falta de manutenção dos equipamentos geridos pela Feira Viva.

 

Esta empresa municipal tem um orçamento situado muito perto dos 5 milhões de euros, mas no entanto tem uma gestão muito displicente e de um amadorismo latente.

 

O BE sabe que os trabalhadores desta empresa Municipal nos últimos anos, nem sequer médico de trabalho têm, o que é uma grosseira violação da lei e um desrespeito enorme pelos trabalhadores. O BE irá de imediato apresentar queixa na Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).

 

O BE, também teve conhecimento a empresa “Feira Viva, Cultura e Desporto EMM”, que gere o Zoo de Lourosa - Parque Ornitológico de Lourosa, nos últimos anos nem fardas tem fornecido aos trabalhadores.

 

O BE relembra que o presidente do conselho de administração desta empresa, é nem mais nem menos que o presidente da Câmara de Santa Maria da Feira, Emídio Sousa. Se deve assumir as responsabilidades políticas da decisão de ter dado à Feira Viva a gestão destes equipamentos (o que se tem provado errado), deve ainda assumir a displicência na gestão feita pela Feira Viva. É, por isso, duplamente responsável por esta falta de gestão e de manutenção que levam à deterioração dos equipamentos municipais. O deputado municipal do BE Moisés Ferreira, enviou hoje mesmo à Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, um requerimento a exigir explicações. Ler aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 22:23


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...






subscrever feeds