Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728


Pesquisar

 


BE preocupado com falta de condições na EB1/JI do Cavaco

Sexta-feira, 14.02.14

Ao que o Bloco de Esquerda apurou, na EB1/JI do Cavaco, Concelho de Santa Maria da Feira, estão a funcionar várias turmas em salas que estão situadas no sótão do edifício. Para além desta situação existe ainda uma turma a ter aulas em contentor.

 

No caso das turmas a frequentar aulas no sótão do edifício, há a salientar o difícil acesso a esta sala, assim como a impossibilidade de fuga no caso de incêndio ou de outra situação que exija evacuação. Esta situação é verdadeiramente preocupante, uma vez que existindo apenas uma escadaria de acesso, a segurança de alunos, professores e auxiliares de educação estão colocados em risco.

 

Lembra-se que uma das turmas que tem aulas naquele sótão é constituída por alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE).

 

No caso da turma a frequentar aulas em contentor, o Bloco de Esquerda sabe que a limpeza dos equipamentos de ar condicionado que fazem parte da sala modular é bastante deficitária, uma vez que a sua manutenção não é feita dentro dos prazos devidos. Relembramos que a falta de manutenção de equipamentos de ar condicionado pode trazer problemas de saúde.

 

Existem ainda outras situações nesta escola que não parecem proporcionar a qualidade de ensino que se deseja aos alunos do nosso concelho: a escola está equipada com um parque infantil que há vários anos está inutilizado por falta de manutenção.

 

O acesso à cantina nesta escola é totalmente despropositado porque, em dias chuvosos, as crianças têm que percorrer o pátio quase todo, sem ter abrigo para se protegerem da chuva.

 

O Bloco quer que estas situações de que tomou conhecimento sejam resolvidas imediatamente, de forma a deixar de colocar em risco segurança e saúde de crianças e profissionais de educação, e de forma a garantir a melhor educação e condições de aprendizagem aos alunos que frequentam esta escola.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 18:09

Fim de JFA

Quarta-feira, 05.02.14

A Junta de Freguesia de Arrifana Caiu

A oposição reprovou executivo

 

Foi esta noite, pelas 21h, a última asembleia de freguesia de Arrifana. Segundo informação da rádio Águia Azul o PSD renunciou em bloco ao mandato, sendo que Delfim Silva dissolveu a assembleia. 

FIM

 

Arrifana vai para eleições, depois de vários meses de negociação sem qualquer resultado. Antero Resende da CDU diz mesmo que há feridas por cicatrizar entre o PSD e elementos da lista independente - UPA. Finalizamos esta história com lamúria para os arrifanenses, não se formou Junta porque a UPA pediu o lugar de secretário, sendo o menos votado. PSD nunca cediu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Chove em sala de aula na escola EB 2,3 de Arrifana(concelho de Santa Maria da Feira

Quarta-feira, 05.02.14

O Bloco de Esquerda teve conhecimento que na passada sexta-feira dia 31 de janeiro, na escola EB 2,3 de Arrifana (sede do agrupamento de Escolas de Arrifana, concelho de Santa Maria da Feira), começou a chover dentro de uma das salas de aula, onde os alunos têm a disciplina de ciências. Esta situação é estranha e mais estranha continuou, já que a sala continuou a ser utilizada, mesmo com a água a cair.

Após o fim-de-semana, não existiu qualquer intervenção na sala para a resolução do problema. Assim, continuam os professores a terem de dar as aulas na mesma sala e os alunos a tentarem escapar aos pingos da chuva.

Esta é uma situação que merece uma rápida atenção, em defesa do interesse de toda a comunidade escolar, pelo que deve ser resolvida com celeridade.

Face a esta situação anormal, o líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares questionou o Ministério da Educação e Ciência. ler aqui a pergunta

 

Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 17:48

Faltam Enfermeiros no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga

Terça-feira, 04.02.14

O BE teve conhecimento que a Ordem dos Enfermeiros (OE) alertou para riscos de segurança nos cuidados de enfermagem no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga. Segundo a OE, a “escassez de profissionais de enfermagem no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, e o excesso de horas de trabalho a que são obrigados, coloca em risco a qualidade e segurança dos cuidados prestados”.

Esta situação decorre de um “recurso sistemático a horas extraordinárias (…) utilizado para colmatar as necessidades dos serviços em cuidados de enfermagem”, afirmando “a exaustão das equipas de enfermagem é notória”. A OE teme que “este estado de exaustão terá a curto prazo reflexos na qualidade e segurança dos cuidados de enfermagem prestados”.

Esta denúncia decorreu de uma visita do Bastonário da OE à unidade de Santa Maria da Feira daquele Centro Hospitalar, onde terá sido informado que têm sido “gastos mensalmente oito mil horas de trabalho extraordinário com enfermeiros”. Para além do número exagerado de horas extraordinárias, existirá ainda um elevado número de horas em débito a estes profissionais.

Segundo a OE, o Conselho de Administração “já solicitou a contratação de enfermeiros para responder às necessidades identificadas, estando o processo neste momento dependente de autorização da tutela”. Assim, são 48 os profissionais de enfermagem em falta. Aliás, terão considerado os responsáveis hospitalares que as necessidades permanentes não devem ser colmatadas com trabalho extraordinário. É indicado ainda que o motivo para o atraso se prende com o facto do Ministério das Finanças não ter desbloqueado a contratação destes profissionais.

Para o Bloco de Esquerda, esta situação demonstra o resultado das restrições financeiras no funcionamento do Serviço Nacional de Saúde. A política de austeridade está a atacar os serviços e os seus profissionais e a colocar em causa a segurança dos utentes. Esta denúncia da OE não pode cair em saco roto e deve merecer toda a atenção do Ministério da Saúde. Para o Bloco de Esquerda, é claro que a contratação dos profissionais de enfermagem deve merecer toda a urgência.

Esta situação pode colocar em risco a qualidade do atendimento dos utentes neste centro hospitalar. O líder parlamentar do BE Pedro Filipe Soares questionou hoje mesmo os ministérios da Saúde e das Finanças, já que esta situação pode colocar em risco a qualidade do atendimento dos utentes neste centro hospitalar. Ler aqui as perguntas. Pergunta ao Ministério da Saúde – Pergunta ao Ministério das Finanças

Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 20:14

Atenção JFA em delírio

Segunda-feira, 03.02.14


O CORREIO DA MANHÃ fala assim:


"É uma situação dramática e frustrante, porque existe dinheiro, mas não podemos pagar os salários dos funcionários, que vivem momentos difíceis", explicou ao CM Delfim Silva.


 "Só o PND aceitou. O eleito pelo UPA queria ser secretário, mas com funções de presidente, no que diz respeito à gestão da junta, algo impensável", lamenta o autarca. 



"Com a demissão em bloco do PSD terão de ser marcadas novas eleições. Até lá, será nomeada uma comissão de gestão, mas a dívida de 39 mil euros a uma empresa de construção civil, que transitou para a Segurança Social, deverá ser executada nos próximos dias, por falta de pagamento das prestações."


O TERRAS DA FEIRA anuncia algo para breve:


"Delfim Silva remete para breve decisão de renúncia em bloco do PSD"


"A constituição de uma comissão “ad hoc” poderá ser a chave para assegurar a gestão corrente da Junta de Arrifana até à nomeação de uma comissão administrativa, que só deverá surgir em cena após a renúncia em bloco do PSD, que Delfim Silva, presidente da Junta, admite estar para breve."




"Renúncia colectiva na Junta de Arrifana"

"Acrescentou que se seguirá a renúncia colectiva aos mandatos por parte de todos os eleitos."




"O presidente eleito da Junta de Arrifana, em Santa Maria da Feira, Delfim Silva (PSD), disse, esta quinta-feira, que "herdou" a autarquia sem dinheiro para pagar os salários dos 12 funcionários."


Muito mais haveria para mostrar mas chega para percebermos que Delfim Silva está com dificuldades em assumir que falhou.


O partido socialista defende-se como pode, a UPA desfaz-se em explicações, o CDS arrumou-se de cena e o PND desfila para a fotografia.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 21:34


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...






subscrever feeds