Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930


Pesquisar

 


Lançamento de Romance

Sexta-feira, 25.11.11

Rosa Familiar, professora, poetisa e escritora, nascida em Arrifana e residente hoje na cidade de Santa Maria da Feira vai lançar um novo livro.

Depois da participação em várias coletâneas de poesia, estreia-se agora a solo com um romance "A minha janela" que irá ser lançado no próximo dia 3 de dezembro, pelas 17h no bar Ar de Rock em Lourosa.

 

A pedido da mesma, fica aqui o convite a todos os arrifanenses interessados em comparecer no evento.

De todos os livros vendidos no dia do lançamento será retirado 1€ que reverterá a favor da instituição Carlos Alberto Souto, instituição que apoia jovens com problemas.

 

Apoie esta causa, ao comprar está a ajudar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Critica às medidas de solidez financeira

Sexta-feira, 25.11.11

O deputado Pedro Filipe Soares critica as medidas de reforço da solidez financeira das instituições de crédito propostas pelo Governo, lembrando que, nos últimos 10 anos, a banca gastou mais de 6 mil milhões em dividendos distribuídos aos accionistas. Ver aqui a intervenção

 

 

 

Bloco de Esquerda Distrital de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 19:40

Professores pagam para trabalhar e não recebem

Sexta-feira, 25.11.11

Os professores licenciados a exercer funções nas actividades de enriquecimento Curricular (AEC), através do “Projecto Escola a Tempo Inteiro” (PETIz) da Universidade de Aveiro, nos agrupamentos escolares de Aradas, Cacia e Eixo estão sem receber desde 19 de Setembro, ou seja, ainda não receberão nada desde que se iniciou o corrente ano lectivo.

 

Para além de não receberem, o que já de si é muito grave, ainda acumulam despesas regulares com segurança Social, finanças, deslocações para as escolas e materiais didácticos.

 

Estes professores estão numa situação insustentável.

 

Esta situação deve-se ao facto do Ministério das Finanças ainda não ter autorizado a contratação de uma entidade exterior aos agrupamentos, neste caso a Universidade de Aveiro que por sua vez contrata estes professores.

 

Os deputados do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, João Semedo e Catarina Martins já questionaram o Ministério das Finanças sobre esta grave situação em que se encontram professores, pais e alunos destes agrupamentos. Ler aqui a pergunta

 

Hoje uma delegação do Bloco de Esquerda, constituída pelos dirigentes Joaquim Dias e Nuno Serrano, deslocou-se à escola de Azurva, (freguesia de Eixo, Concelho de Aveiro), onde em contacto com pais e alunos, pode verificar os graves transtornos que o ministério das finanças está a causar na comunidade escolar.

 

Com a recusa por parte dos professores das AECs em trabalhar, já que não recebem, os alunos a partir das 15:15h ficam sem qualquer acompanhamento.

 

Praga de mosquitos na escola da Azurva

Para agudizar ainda mais esta tragédia, esta escola é afectada por uma praga de mosquitos, que surpreendentemente ainda nenhuma entidade tentou solucionar, estando claramente em causa a saúde pública, em particular de toda a comunidade escolar da escola de Azurva.

 

O BE vai exigir responsabilidades as entidades que deveriam já ter posto cobro a esta praga e que surpreendentemente ainda nada fizeram.

 

O BE relembra que os mosquitos são insectos que facilmente propagam pragas, que causam graves problemas de saúde e por vezes autenticas calamidades.

 

O BE irá questionar o Ministério da Saúde exigindo explicações para esta grave inoperâncias das entidades responsáveis pela saúde em Portugal.

Bloco de Esquerda Distrital de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 19:37

ATL – Insiste, persiste e não desiste

Sábado, 19.11.11

Esta novela tem o 1º post no Kaskaedeskaska em 30 de Julho de 2009.

 

Já passaram mais de 2 anos e ainda não se ouviu falar dos responsáveis do Centro Social enfrentarem o banco dos Réus, que nos dias que correm quase se pode chamar banco dos grandes e famosos.

 

Esta história faz lembrar a da Casa Pia, os grandes só foram condenados porque os miúdos insistiram.

Mas entre um caso e outro há para já algumas diferenças, no caso Casa Pia pessoas que chegaram ao processo como testemunhas acabaram condenadas, outras começaram como advogados e também foram condenados.

 

Mas quem desiste perde e quem insiste tem grandes hipóteses de ganhar, aquilo que não é normal é o proletariado ter arcaboiço para arcar com despesas de mais de 2 anos com advogados e tribunais.

 

Todos sabemos que os operários quando são confrontados com o despedimento têm duas opções, ou aceitam o dinheiro da indemnização ou enfrentam batalhas judiciais que se podem prolongar por anos.

95% das pessoas acabam por escolher o caminho mais fácil o que facilita a vida aos senhores do capital.

 

Para quem despede é preciso azar para encontrar do outro lado funcionários “chatos” que decidem discutir até final, mas ainda bem que os há pois só assim se chegará à verdade. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Indivíduo confronta Armando Vara à entrada do Tribunal

Segunda-feira, 14.11.11

 

O homem teve coragem para dizer aquilo que muitos pensam e não dizem por pura covardia.

 

Vamos todos ficar com menos dinheiro para as prendas de Natal apenas por Gestão incapaz dos nossos governantes.

 

Desde a nossa entrada na Comunidade Económica Europeia até muito recentemente o dinheiro entrava a rodos e era distribuído e mal fiscalizado, agora como das outras vezes o Zé Povo é que paga a factura.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A sogra morta antes de morrer

Sexta-feira, 04.11.11

Mais uma vez Arrifana foi  notícia.

 

Desta vez pudemos ouvir falar de uma Junta de Freguesia que meteu o pé na poça e não foi capaz de dar a cara e um tribunal que já consegue enterrar e desenterrar os vivos e que também não dá a cara.


Como é possível falhar tanto neste concelho? Já não basta a freguesia ser mal governada para ainda termos que “gramar” com um tribunal incompetente?

Este tipo de falhas é inadmissível.

 

Em primeiro, falha a Junta de Freguesia, dando autorização para a transladação de um corpo antes do permitido por lei. Como isto deu “raia”, nada melhor que recorrer ao tribunal tentando virar as coisas ao contrário e colocar o queixoso como réu, e melhor matando-lhe a sogra.

Todos nós sabemos que as sogras são sempre um problema para os genros, mas matá-las? Não será demais? Pois é, pudemos ouvir na televisão o genro dizer que recebeu uma carta do tribunal a referir que ele próprio tinha dado autorização para mudar as ossadas da sua sogra, supostamente morta, mas que se encontra vivinha da silva.

Digam-me lá se isto não é surreal?


Autoria e outros dados (tags, etc)

Que saídas para a crise?

Quarta-feira, 02.11.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Administração às 23:19


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...






subscrever feeds