Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




calendário

Janeiro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Pesquisar

 


Despedimento injusto

Domingo, 31.01.10

Trabalhadores da empresa CorksRibas, pertencente ao Grupo Amorim, injustamente despedidos continuam à porta da empresa a lutar pela sua reintegração.
Os trabalhadores vão avançar esta semana com uma providência cautelar no tribunal para suspender o despedimento, defendendo a reintegração na empresa.
Para o Bloco de Esquerda, a administração da CorksRibas tem realizado uma operação de contra-informação inqualificável, tentando escamotear a perseguição que realiza aos trabalhadores em causa. Todo o processo que envolve os processos disciplinares aos trabalhadores enferma da falta de factos credíveis, representando que são sentimentos de vingança que motivaram o despedimento. Até a tentativa por parte da empresa de esconder as ligações ao Grupo Amorim demonstra o desespero criado pela mediatização da situação. É do conhecimento público as ligações da empresa CorksRibas ao Grupo Amorim, pelo que a realidade se encarrega de desmentir as palavras da administração.
Face à gravidade da situação em que os trabalhadores se encontram, o deputado do Bloco de Esquerda Pedro Filipe Soares estará amanhã, segunda-feira, dia 1 de Fevereiro, às 10:30h, junto às instalações da empresa em contacto com os trabalhadores.
  
 Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 22:48

"A Mentira" no site UPA

Domingo, 31.01.10

 

 

 

"Li o artigo de opinião  "A Pobreza" escrito pela colega Rosa Familiar, que aproveitando outro acontecimento, trouxe à baila um caso que envolve uma nossa conterrânea.
Levei, como é do conhecimento de todos que presenciaram a última Assembleia, o caso da D. Maria do Carmo à Assembleia de Freguesia. Questionei o Sr.Presidente da Junta que, se tratando de alguém que não tinha qualquer sustento e sendo também alguém que é portador de problemas físicos que lhe impossibilitam de realizar outros trabalhos, porque razão lhe retiraram o trabalho do qual usufruía o único rendimento. Como se devem lembrar, quem assistiu à Assembleia ouviu responder-me o Sr. Presidente, de que esta senhora recebia rendimento mínimo e que se arriscava a perder esse direito se continuasse a usufruir dos 25 euros que a Junta lhe pagava pela tarefa que desempenhava, (limpeza e guarda das casas de banho ao lado da Igreja Matriz).

Cara colega Rosa Familiar, a verdade é que a D. Maria do Carmo não recebe até esta data qualquer rendimento mínimo, foi uma mentira a resposta que deu em Assembleia o Sr. Presidente, posso provar isso porque eu próprio vi com os meus olhos os documentos que a D. Maria do Carmo requereu à Segurança Social. O pedido para receber esse rendimento e que lhe foi recusado ainda recentemente.


Lamento que pessoas com responsabilidades e representando o nosso povo tratem com esta indiferença o simples cidadão comum, com desprezo e sem sensibilidade para a condição humana do seu semelhante. Cheira-me isto a represália ou a alguma vingançazita politiqueira. Já agora será que neste País democrático as pessoas deixam de ser livres de escolherem ou apoiarem o que bem entendem ou se quando são do contra, perdem a igualdade de direitos comuns a qualquer cidadão?

Será que a D. Maria do Carmo terá que ser condenada, por algo ilícito que cometeu e que se desconhece? será que o único rendimento que tinha mensalmente, 25 EUROS, estavam a pesar demasiado nos cofres autárquicos e que não há por lá ninguém a receber mais? Alguém neste momento terá a consciência pesada, mas que pouco lhe importará no entanto lamenta-se."

Eduardo Costa

Autoria e outros dados (tags, etc)

As despesas do tribunal

Domingo, 31.01.10

"A factura que o Ministério da Justiça paga pelo aluguer do edifício que acolhe o Tribunal da Feira não pára de crescer. Aos 52 mil euros mensais do aluguer somam-se, agora, mais 10500 para o estacionamento de 38 viaturas." Continue a ler aqui

 

Será esta a alternativa mais correcta ao bom funcionamento da "lei" na nosa terra?

Não seria bem melhor demolir definitivamente o antigo tribunal, e iniciar obras de construção de um novo edifício?

Porque será tão caro estacionar numa aparcamento destes? Que ainda por cima não é utilizado a toda a hora!

Vamos nós, os cidadãos comuns pagar esta factura. Mais uma vez a câmara a brincar aos demagogos, a pressão necessária para que situações como esta sejam resolvidas não existe. Aguarda-se, volta-se a aguardar...e provavelmente estaremos assim anos a fio, pagando a factura diariamente.

O cidadão já não tem liberdade, paga para estacionar, paga para construir, paga para circular, paga para ter uma casa feita com o suor do seu trabalho, paga e paga, mas no final há sempre crise, as autarquias não têm dinheiro para as necessidades, nesta terra só existe dinheiro para festas e mais festas.

 

"Se for tido em conta um período de oito horas laborais o estacionamento por viatura fica por 1,55 euros/ hora o que resulta em 276,30 euros mensais. Um valor superior ao que foi, por exemplo, estabelecido no estacionamento concessionado a superfície na cidade que é de 60 cêntimos por hora." In JN

Autoria e outros dados (tags, etc)

Despedimentos em empresa Amorim

Terça-feira, 26.01.10

Despedimentos em empresa do Grupo Amorim por motivos políticos e sindicais
O Bloco de Esquerda considera inaceitável a atitude que a empresa Corks Ribas, uma empresa da indústria granuladora de cortiça do concelho de Santa Maria da Feira que pertence ao Grupo Amorim, está a ter com os seus trabalhadores da produção.
A empresa despediu 4 trabalhadores da produção como resultado de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda considera que as bases para o processo disciplinar são de pura perseguição política aos seus trabalhadores, colocando em causa o direito constitucional que lhes assiste de actividade política e sindical. Aliás, o despedimento não tem qualquer base de verdade nos motivos indicados, indicando que o despedimento dos trabalhadores decorre de “influência negativa” que o delegado sindical exerce sobre eles. Esta motivação para o despedimento é absurda na medida em que tenta punir os trabalhadores põe supostas influências de terceiros.
O Bloco de Esquerda presta toda a solidariedade para com os trabalhadores da Corks Ribas ilegalmente despedidos.
O Bloco de Esquerda considera este despedimento uma clara represália do Grupo Amorim à actividade política e sindical destes trabalhadores, dado que todos são activistas políticos e sindicais. Esta é a verdadeira motivação para o seu despedimento.
O Bloco de Esquerda irá denunciar esta ilegalidade junto da Autoridade para as Condições no Trabalho, exigindo que seja levantado uma contra-ordenação grave à empresa pela sua conduta, que resultou numa sanção abusiva.
O deputado Pedro Filipe Soares solicitou a imediata intervenção da Autoridade para as condições do Trabalho. ler aqui

 
Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 21:01

Acompanhe sempre o doente...

Domingo, 24.01.10

 

Hoje trago-vos um assunto que me magoa muito. Pois já fui abandonado num hospital horas a fio sozinho, sem acompanhante.

Não se deixem enganar pelos seguranças que estão à porta das urgências. Se você está a acompanhar um familiar seu, acompanhe-o sempre, não o deixe abandonado numa maca de corredor, a lei não diz isso. Seja um cidadão informado.

 

"Como talvez já seja do conhecimento de todos vós, a partir de Julho de 2009 é permitido a qualquer Cidadão acompanhar os seus Pais, Filhos, Familiares e Amigos dentro dos Hospitais, mais precisamente nos Serviços de Urgência do Serviço Nacional de Saúde, conforme consta no Diário da República nº.: 134 - 1ª. Série de 14 de Julho de 2009 (De. Lei nº.: 33) ver anexo.
 
Mais se informa, de que existem montes de Seguranças que se encontram à porta de diversas Urgências dos Hospitais deste País, que continuam a Barrar o acesso aos Familiares de Doentes que entram nas Urgências o que não pode acontecer...por isso, se possível  andem sempre com cópia deste Dec. de Lei na sua carteira.
 
Assim todos nós, ficamos a saber que ninguém, ficará abandonado numa Maca de um qualquer Hospital deste País e/ou num qualquer Corredor de Hospital, sem a devida assistência."
Anónimo

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por kolaborador_4 às 14:05

Sítios online de seu interesse

Domingo, 24.01.10

(Foto de Sr. Zulmiro)

 

Hoje dei mais uma voltinha virtual e é claro que fui visitar a UPA, que parece preocupada com a vigilancia dos ecopontos.

Sr. Zulmiro, sei que está na moda as câmaras de vigilância, mas neste contexto não me parece nada viável. Aqui só há uma solução. Mais formação aos cidadão, alertá-los, educá-los e informá-los.

Esles precisam de saber o que podem e não podem fazer. O civismo em Portugal é uma novidade do século. Precisámos recolher informação junto das autoridades de como realmente funcionam as "coisas" e evar essa informação ao cidadão.

Pode ser uma actividade muito positiva para a UPA. Como movimento de cidadãos porque não realizar uma acção de formação para o público em geral, convidando pessoas formadas na área para explicarem aos munícipes como devem utilizar os ecopontos. Informálos que estes grandes detritos têm um local próprio para o fazerem. Informá-los que as autarquias são obrigadas a recolher estes grandes detritos e levá-los ao ecocentro. Para tal o cidadão tem de requisitar esses serviços.

As autarquias não servem só para fazer saneamentos, alcatroar estradas, realizar festinhas e discutir com a oposição. As autarquias são um bem essencial ao cidadão, tem o dever de promover acções que sensibilizem a população para um tratamento adequado do Meio Ambiente.

Deixo a minha sugestão e ao povo em geral a minha tristeza por estarmos no séc. XXI e ainda termos estas atitudes.

 

Deixo os parabéns à UPA pelo trabalho que tem desenvolvido no site.

 

Quanto ao site da Junta de Freguesia, o qual também visito regularmente, tenho a referir que nada de novo, continuando a ser um site muito individualista.

No entanto já com algumas novidades no que respeita ao emprego, e aqui, sugeria à UPA e até mesmo ao Kaska, que divulgassem este assunto com empenho.

O desemprego é algo que nos preocupa muito, então porque não haver um espaço em todos os meio de comunicação arrifanenses, que possibilitassem a divulgação de ofertas de emprego. É apenas uma sugestão a ser discutida por quem gere estes espaços.

De resto continuem a visitar a Junta de Freguesia online porque as novidades vão surgindo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

A não perder

Sexta-feira, 22.01.10

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 21:19

Mosteirô com candidato do Bloco

Quinta-feira, 21.01.10

Bloco de Esquerda apresentou cabeça de lista à Junta de freguesia de Mosteiro, Concelho de Santa Maria da Feira
 
No passado Sábado dia 16 de Janeiro decorreu um almoço com militantes em Mosteirô, que contou com a presença do Coordenador da Comissão Política do Bloco Esquerda Francisco Louçã, com o Deputado eleito por Aveiro, Pedro Filipe Soares.
 
O almoço que contou com 150 pessoas, teve como um dos seus momentos mais altos a apresentação de Luis Sá como candidato à Assembleia de Freguesia de Mosteirô.
 
Luis Sá durante o seu discurso afirmou que “A população de Mosteirô sabe que com o Bloco na junta de freguesia todos serão chamados a colaborar, todos sem excepção saberão como a Freguesia estará a ser gerida” e que “Chega de Mosteirô ser notícia por maus motivos é altura de mudar. A população de Mosteirô merece mais e melhor! Da nossa parte, da parte do Bloco de Esquerda, já sabem com o que podem contar.”
 
Também Francisco Louçã e Pedro Filipe Soares frisaram durante os seus discursos a importância desta candidatura, pois o Bloco de Esquerda é a única força política capaz de garantir que os interesses da população sejam respeitados.
 
 
Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 21:36

Caso 'Apito Dourado'

Quinta-feira, 21.01.10

 

 

Pinto da Costa apresenta queixa pela divulgação das escutas

 

 

(Para ouvir click na cassete)

 

O presidente do FC Porto vai apresentar esta quinta-feira uma queixa-crime contra o Correio da Manhã e o You Tube pela divulgação das escutas do processo 'Apito Dourado'.

Os advogados de Jorge Nuno Pinto da Costa deverão alegar que na base da divulgação das escutas está um crime de desobediência e deverão apresentar a queixa durante o dia de hoje no Departamento de Investigação e Acção Penal do Porto (DIAP).

PGR abre inquérito

A Procuradoria-Geral da República revelou esta quinta-feira que vai abrir um inquérito sobre o caso da divulgação das escutas e em comunicado sustenta que 'desconhece em absoluto como é que as escutas foram parar ao You Tube'. (in CM)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 14:57


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...






subscrever feeds



Pág. 1/4