Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




calendário

Agosto 2009

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Pesquisar

 


M.F.L. não precisa de férias

Terça-feira, 04.08.09

 

Hoje apetece-me falar dos “grandes”, vou divagar a minha percepção das “coisas” em relação ao governo.
Manuela Ferreira Leite, afirmou não precisar de férias, porque já as gozou.
Temos a Manuela Ferreira Leite a concorrer a Primeiro Ministro, uma determinadíssima economista que diz em público: “Enquanto o Estado fizer tudo, o país não vai crescer”. Fantástica observação, extraordinária frase. Vai ficar para a posteridade. Parece que os portugueses têm tudo feitinho pelo governo central, só nós é que não conseguimos enxergar nadinha.
Então será verdade que o Estado faz tudo e não deixa nada para os privados? Será mesmo que não existe “Privado” em Portugal? Estará Manuela Ferreira Leite a pensar governar o país somente com uma economia privada? Até nos parece que o estado vai “fechar portas” para obrigar Portugal a trabalhar.
Podemos fazer uma breve análise às áreas em que o estado intervém e descobrimos o seguinte: educação, saúde, defesa e participações, directamente ou indirectamente (através de empresas públicas), em empresas nacionais como a EDP, Caixa Geral de Depósitos…etc.
Como podem ver nada de mais, nas primeiras o estado “brinca” à educação (tira, tira, tira), “brinca” à saúde e (obriga, obriga, obriga) a trabalhar de sol a sol, na defesa (investe, investe, investe) para a “guerra de ultramar”, esquece-se é que isso já foi há muito. Trauma de guerra.
Ora parece-me que a Manuela Ferreira Leite, anda a dizer entrelinhas que se ganhar vai privatizar, privatizar, privatizar e sabem o quê? Educação, saúde e segurança. Vamos entrar num regime de Neoliberalismo em que o privado vai dar cabo do “trabalhador”. O estado lava as mãos, descansa, reduz o peso na economia e faz férias no sul de Espanha. Será disto que precisamos?
Parece-me que se isto acontecer, entramos numa do salve-se quem puder, ou melhor quem for rico.
Vou pensar se valerá a pena analisar o que anda a fazer Sócrates.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Corre...corre...

Segunda-feira, 03.08.09

 

 

Será o novo ciclo de desenvolvimento que vem aí?
 
Os laranjinhas estão muito à frente. Faz no próximo dia 4 um mês que foi apresentada esta candidatura de Dário Matos e sem precisar de colocar uma bandeira, parecem ter a corrida ganha.
Desta vez tivemos a laranjada a preparar um NOVO PROGRAMA para a vila. No blog de campanha quase afirmam que estas eleições estão ganhas, venha a lista que vier não têm a menor hipótese, afinal vão apresentar, já, uma “lista com adesão massiva e simplesmente impressionante” ao tribunal de Santa Maria da Feira, não esquecendo que o material de campanha está a ser ultimado.
Preparem-se CDS PP - UPA –“ PS” – e as possíveis saídas da toca, a corrida contra o tempo parece finalmente ter começado.
O grupo “Darió” não anda a brincar aos votos, eles estão afinados no mesmo tom.
Resta-nos aguardar por Setembro, para tomarmos conhecimento da “massiva” lista PSD que virá arrasar com qualquer possibilidade de oposição, assim como de um PROGRAMA RENOVADO.
Parabéns aos laranjas que para quem julgava estarem com “medo” estão mais fortes que nunca (será?).
Às outras candidaturas o kaska&deskaska deseja BOA SORTE, pois vão precisar.
 
“Uma vez que estamos já no Mês de Agosto, mês tradicionalmente de férias, aproveitamos para desejar umas óptimas férias para os Arrifanenses e todos quantos visitam a Vila de Arrifana.” In blog De nossa parte Muito Obrigado

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caminhada pela sua/minha saúde

Domingo, 02.08.09

Olá malta, tenho andado muito distraído estes últimos dias com as miúdas "boas" que se agitam pela Viagem Medieval. Nem me apetece sair de lá. Com tanta anca a dar a dar qual é o Homem que aguenta?

Não é só de "febra" que se faz a festa a "febra" também ajuda à festa.

O que é certo é que a minha distração pelas bandas da "bilha" deixou-me completamente desligado dos últimos acontecimentos.

Tenho certeza que aqui na "terrinha" já toda a gente sabe menos eu, que só soube agorinha.

A UPA vai fazer uma caminhada, é isso mesmo, acreditam?

A UPA quer pôr o "pobo" a caminhar!

Esta lista independente parece não conhecer muito bem os arrifanenses, eles não saem nem para ver o futebol, bem ele também já nem jogava não é verdade?

Terei de vos dar os parabéns, caso consigam fazer tal actividade inédita na terra, até estou a pensar em me inscrever, ando a ficar um  bocado gordo e isso até me podia ajudar.

Desculpem a minha ironia, mas acreditem que sou a favor dessa actividade, é algo inédito mas criativo, parece-me que os concorrentes vão ter de deixar de lado as rivalidades e inscreverem-se também. Pois afinal, se lerem o folheto informativo aqui, vão ver que é pela sua saúde, pelo combate ao stress e sobretudo pela sua felicidade, vale a pena mesmo.

Já a minha avó dizia e eu não ligava, isto no tempo da TV a preto e branco. "Vais ficar com o cu quadrado de tanta televisão, vai jogar a bola rapaz." e ela tinha razão. Vamos lá a caminhar, já que bola não há.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Só há diferença no tamanho

Domingo, 02.08.09

 

Vejam as grandes diferenças entre estes dois candidatos.

 

  • Novas tecnologias - ambos dispõem de uma página na internet do mais avançado que o eleitor possa imaginar. Lá, pode encontrar tudo sobre a campanha e sobretudo sobre as promessas.
  • Alfredo Henriques - Site
  • Alcides Branco -  Site

 Procurei, procurei, mas na verdade não consegui encontrar grandes diferenças entre estes dois candidatos.

Só foi possível salientar uma - o tamanho dos outdoors

Embora uma diga que se ganhar oferece o ordenado, o outro contrapõe que não dá o dele porque precisa dele, ora muito bem, sejámos coerentes, quem não precisa nos dias de hoje. Mais não seja para um outdoor maior.

Por outro lado um salienta as grandiosas "festas da febra" - Imaginarius e Viagem Medieval, o outro até já diz que se for esse o caso, para ganhar continua a fazer as festinhas todos os anos.

Se  por um lado um tem uma carrinha toda gira, o outro nem precisa, tem motorista, para quê estar com essas mariquices.

Como podem ver, não vale a pena tentar encontrar o que não existe num vazio de dualidades.

Se por um lado um tem " um montão de ideias transparentes" para os próximos 4 anos o outro ainda é transparente.

Resta-nos a alterantiva bloquista, pensem bem antes da cruz, olhem que estes são poupadinhos, andam a poupar na campanha para depois não ficarem mal na febra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma viagem pelo tempo de D. Afonso IV

Sábado, 01.08.09

Slideshow

 Para os mais desatentos à história, e para que não fiquem pela "festa da febra", o kaska&deskaska deixa-vos o enquadramento histórico da Viagem Medieval 2009, para que percebam melhor o porquê de se fazer esta "festa da febra" já baptizada há alguns anos, pelos apreciadores de tal carne. Pois temos dado conta que a cultura deste concelho é demasiadamente baixa para que percebam o porquê de algumas actividades realizadas no próprio concelho. Bem sabemos que milhares de visitantes, vagueiam pela Viagem e saem dela sem terem percebido nada do que ali se estava a passar.

Vamos dar o devido valor à "festa da febra" medievalesca e ao mesmo tempo aproveitar a saída dos nossos lares do séc.XXI e entrar no castelo medieval, aproveitando, como é claro a febra para saciar a nossa fome.

 

 

Enquadramento Histórico - edição 2009
 
. séc. XIV
. reinado de D. Afonso IV
. conflitos com Castela
 
“El-rei D. Afonso IV inicia o seu reinado com ódio e sede de vingança, opondo-se a seus irmãos naturais, Afonso Sanches e João Afonso, resultando em três anos de conflitos senhoriais em que a rainha D. Isabel, vivendo em clausura no Convento de Coimbra, não deixa de intervir procurando a paz e a reconciliação.
Após o términos da guerra, El-Rei dedica-se a assuntos de Estado, reafirmando o seu poder e autoridade na promoção de reformas judiciais e legislativas. Como rei centralizador determina, que os representantes do povo tenham assento nas Cortes e manifestem os seus desagravos contra os grandes senhores do Reino. O rei legislador satisfaz os pedidos e anseios dos representantes do povo, criando as figuras de juíz de fora e de corregedor.
Preocupado com a política externa, D. Afonso IV faz acordos de casamento para seus filhos, casando a formosíssima Maria com Afonso XI, de Castela e o infante D. Pedro com D. Branca, este não se chega a concretizar, já que a princesa tinha quebra natural de entendimento. Depois de tomar conselho, el-rei firma o casamento de seu herdeiro com D. Constança Manuel, filha de um poderoso de Castela, mas Afonso XI, de Castela opondo-se a este casamento, detém D. Constança.
Este incidente, agravado com o facto de sua filha D. Maria sofrer injúrias e maus tratos por parte do marido Afonso XI que tomou por manceba Leonor de Guzman, leva a que el-rei D. Afonso IV declare guerra contra Castela.
E finalmente, é chegado o dia do casamento do Infante D. Pedro com D. Constança, trazendo no seu séquito Inês de Castro, jovem galega e filha natural do fidalgo castelhano Pedro Fernandes de Castro.” (Retirado da pág. oficial da Viagem Medieal)

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Sofá de quem será?

Sábado, 01.08.09

 

Bem, nada melhor que sair do séc. XIV e voltar à terra, que ultimamente é apelidada de terra dos totós, das UPAs e dos PSDs.

Podem bem acreditar que de totós até temos um pouco, mas de PSDs parece que não temos nada. Se não fossemos tão totós, tenho a certeza que nenhum arrifanense tinha a coragem de colocar um sofá num local destes. E se fossemos PSDs aceitávamos ter sofás nas bermas da estrada.

Se não têm conhecimento eu alerto, temos um ECOCENTRO, ali para os lados do castelo, que embora seja mais um monte de lixo, é pelo menos onde se deve deixar o lixo.

Aproveito para "pedir" à JFA que anda numa de limpezas que não se esqueça desta rua que liga Arrifana a Fornos, que apesar de ser da "bila" de baixo, é na mesma Arrifana.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Medievalismo do séc.XXI

Sábado, 01.08.09

Estará no regulamento desta Viagem Medieval 2009 que apesar de estarmos a viajar pelo tempo dos reis em que a mensagem andava a cavalo, poder usar-se o telemóvel para poupar os cavalos?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...






subscrever feeds



Pág. 5/5