Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




calendário

Fevereiro 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829


Pesquisar

 


Finalmente Obras de Saneamento

Domingo, 24.02.08

Santa Maria da Feira!...100 milhões no saneamento. Este é o retrato de um concelho que  só depois de mais de duas décadas de poder local, comandado por Alfredo Henriques e seus parceiros, vai finalmente cumprir a promessa da Bandeira utilizada  no  sua primeira campanha que lhe garantiu a primeira eleição. Cumpre-me o dever de lembrar os mais esquecidos nestas andanças, que o povo Santa mariano foi enganado durante este tempo todo, com a agravante de o valor a pagar por esta obra,  ultrapassar largos milhares de euros em relação ao tempo da promessa, euros esses que vão pesar nos bolsos de todos os feirenses. Espero que num futuro próximo os feirenses estejam mais atentos e não se voltem a deixar enganar por gente que deixam para trás as infra-estruturas em troca de festanças que ao povo não serve mais do que um mero entusiasmo de meia dúzia de dias, deixando para trás o que de mais importante serve as populações.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pancadaria em S João de Ver

Domingo, 24.02.08

O Diário de Aveiro noticia:

 

"O presidente da Junta de Freguesia de S. João de Ver e um empregado andaram ao soco, anteontem à tarde, depois de uma troca de acusações e insultos. O funcionário foi alvo de um processo disciplinar, acusado de furto, e foi tirar satisfações com o autarca." (DA)

"O empregado, segundo alguns populares, «é uma jóia de rapaz, mas perdeu a cabeça», depois de receber por correio um processo disciplinar da Junta de Freguesia, onde era acusado, juntamente com um outro colega de trabalho, de ter furtado uma máquina roçadora.
Duas pessoas, que não se quiseram identificar, coincidem nas versões e contam que o funcionário ficou indignado e foi pedir satisfações ao autarca.
«Aquilo que escreveu na carta vai ter de me dizer na minha cara, se tiver coragem», desafiou o funcionário da Junta, citado por populares. O presidente, Amaro Araújo, repetiu as acusações e o empregado retorquiu dizendo que ladrão era ele, que «roubou os irmãos».
O autarca não gostou e terá desferido um soco na cara do funcionário corpulento, que reagiu violentamente a soco e pontapé, e nem a intervenção do secretário da Junta valeu a Amaro Araújo, uma vez que também foi agredido, ficando ambos bastante combalidos.
A nossa reportagem tentou ouvir Amaro Araújo, mas este escusou-se dizendo que se preparava para efectuar exames médicos. Também não foi possível ouvir o funcionário em causa.
A GNR foi chamada ao local, mas só ontem de manhã o presidente da Junta formalizou a queixa."
(DA) Francisco Manuel

Autoria e outros dados (tags, etc)

Manifestações convocadas por SMS

Domingo, 24.02.08

"Várias centenas de professores saíram à rua em protesto contra as políticas educativas do Governo de José Sócrates. Na baixa do Porto, pediu-se a demissão da ministra. Alguns dos docentes foram identificados por agentes da PSP, depois de terem prestado declarações a jornalistas. Os protestes também se fizeram ouvir nas Caldas da Rainha e em Leiria. " (PD)

Ditadura implícita, identificados por ordem de quem? Por prestarem declarações aos jornalistas? Vivemos em ditadura? Agora não se pode falar?

"Alguns dos docentes que prestaram declarações à SIC Notícias acabaram por ser identificados. Segundo o canal televisivo, as autoridades explicaram este procedimento argumentando que o protesto seria ilegal." (PD) Links

Protestos ilegais? E o que o governo tem feito não é ilegal? Colocar cá para fora ilegalidades e depois ignorar providências cautelares?

Será que os docentes andam por aí em manifestações porque acham graça à possibilidade de se mostrarem na rua? Infelizmente o povo não pára para pensar no estado em que se encontra Portugal. Caso o fizessem verificariam que esta política educativa não é correcta e que mais tarde ou mais cedo, todos, mesmo todos irão sofrer o autoritarismo político deste governo. No entanto, tem-se verificado que o povo não é unido, e sobretudo despreza a classe docente, aquele que tem a maior importância na preparação das gerações futuras. É esta classe que desunida e desmotivada poderá causar o caos num futuro próximo. São os nossos filhos o futuro de amanhã, e são ainda os nossos filhos que iniciam a sua formação nas mãos da classe docente. Sejemos coerentes, honestos, verdadeiros, solidários e compreensivos com toda uma sociedade. Deixemos de olhar somente para o nosso umbigo. Se a Função Pública cai, caímos todos juntos. É necessário exigir maior respeito pelos trabalhadores, sejam eles de que classe forem. Portugal precisa ser unido, e a nossa sociedade mais responsável  e motivada a uma maior produtividade. Para isso há necessidade de parar com a "guerra".

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...






subscrever feeds