Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




calendário

Dezembro 2006

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Pesquisar

 


Feliz 2007

Domingo, 31.12.06


Como colaborador deste blog desejo a todos os leitores, uma entrada em 2007 com muita paz, saúde, amor e muita alegria.

Feliz Ano Novo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

FIM

Domingo, 31.12.06

Um sanguinário e criminoso foi enforcado na passada madrugada, por ordem de um tribunal Iraquiano. O Estado permitiu-se mandar executar, um criminoso morto por outro criminoso. "Ninguém" verterá uma lágrima por Saddam Hussein. Foi de facto um  assassino e por isso não merece compaixão,  lágrima ou um simples pesar. Mas é vergonhoso caber a um Estado, um Tribunal, uma Lei, uma Pessoa, a decisão de matar.

Caberá agora a outros Estados, a outros tribunais a outras leis, julgar outros criminosos. Se julgassemos crimes sem esquecer os Direitos do Homem, nunca se condenaria ninguém à morte. Sou totalmente contra estas medidas, pois todos sabemos que o número de pessoas que morrem diariamente às mãos de governos sem que ninguém os condena à pena capital. Julgar os criminosos que invadiram um país, instalaram o caos, fizeram a guerra e são responsáveis por milhares de mortes até ao momento. Essa gente tem nome, tem de ser julgada também pelos seus crimes e tem de ser condenada. Na lista de criminosos, à cabeça estão os nomes de George W. Bush e Tony Blair. E destes ninguém fala?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais uma...

Sexta-feira, 29.12.06

Na quinta feira 28 de Dezembro, fechou-se o ano com a Assembleia na JFA.

 

Sem dúvida uma Assembleia cheia de elogios ao presidente, que tem andado bastante atento aos "pasquins", receava que os blogs fossem também referidos, mas pelos visto já subiram de nível e estão equiparados aos “jornais”. No que toca àquela parte do kaska&deskaska, os nossos agradecimentos pela magnitude do tom panegírico que foi dado a este blog, pois sem falarem dele, ele esteve presente no seu melhor. Somos e continuaremos a ser uma informação preciosa para o executivo, que verá o seu trabalho no terreno facilitado. Bastará uns minutos por dia para saber qual o trabalhito a efectuar de forma a agradar aos seus eleitores. Temos um grande orgulho em poder “ajudar” o concelho e mais especificamente a “billa”, lugar de eleição do kaska&deskaska. Sem qualquer cor política, estamos aqui para, colaborar (à nossa maneira, claro) de forma que a nossa terra cresça e o nosso concelho evolua.

Mas voltando à Assembleia, acrescentava que com meia dúzia de gatos-pingados lá se fez aquilo a que chamam de “aprovar o orçamento”, e claro com os votos contra da oposição. (De que serve haver oposição se nada podem fazer por muito que reclamem?) Resta-nos esperar que em 2007 se arranjem umas massas para fazer cumprir as promessas do nosso “Darinho”. Venham os bancos para a zona de lazer, cortem-se as ervas, e já agora porque não um banquito também no lago dos patos, a visita do Sr. Presidente seria mais demorada e descansada e dessa forma poderia vislumbrar as valetas pejadas de “gramão” e observar os plásticos pendurados na vedação do lago, que poderão até dar o mote a uma imagem de fundo para o gabinete do “Mayor”.

 O melhor de tudo foi chegar ao fim e conviver, afinal estamos em época natalícia, e nada como um bolinho rei para adoçar os âmagos. Éramos poucos, mas bons e já agora! Sabem onde se fala fala fala e não se diz nada? Sabem sabem? Atão calem –se.

Umas boas entradas para todos (políticos incluídos).

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Feliz 2007 sem superstições

Sexta-feira, 29.12.06

Se você é supersticioso, não esqueça a tradição. Deixo-lhes aqui algumas sugestões para que o seu 2007 seja um Ano Novo cheio de surpresas boas e acima de tudo cheio de Amor, Saúde, Sorte, Bondade, Pureza, Fartura e Dinheiro. Acrescento que eu irei passar o meu ano junto da minha família sem nenhuma destas supostas superstições, sou homem para acreditar pouco em delírios, deixo isso para as mulheres, seres sensíveis e que vivem na certeza de que tudo acontece...mas será que acontece? Os ministros pediram dinheiro e tiveram notas falsas; os empresários pediram subsídios e tiveram falências; os comerciantes pediram lucros e tiveram prejuízos; os bombeiros pediram descanço e tiveram incêndios; os professores pediram aumentos e tiveram congelamentos; os agricultores pediram bom tempo e tiveram tempestades; os transportes melhores autocarros e tiveram importados; as crianças pediram para brincar e tiveram Escola a Tempo Inteiro ... e o povo? Esse pediu melhores condições de vida a foram calados com o cabaz de Natal. Portugal sabe pedir, mas não sabe gerir.

Um Bom Ano Novo para todos.

 

COMIDINHAS QUE DÃO SORTE

LENTILHAS: uma colher de sopa é suficiente prá assegurar um ano inteiro de muita fatura à mesa. A origem desta supertição é italiana e foi trazida para o Brasil pelos imigrantes.
ROMÃS: para atrair dinheiro, coma sete partes, guardando as sementes na carteira.
BAGOS DE UVA: para os portugueses, comer 3, 7 ou a quantidade correspondente ao seu número de sorte garante prosperidade e fartura de alimentos. Para garantir também dinheiro, guarde as sementes na carteira ou na bolsa, até a troca do próximo Ano-Novo.
CARNE DE PORCO: deve ser o prato principal da ceia, servida à meia-noite. Como o porco fuça pra frente, garante armários cheios o ano todo. Evite o peru, que cisca para trás.
NOZES, AVELÃS, CASTANHAS E TÂMARAS: estas, trazidas para cá pelos imigrantes de origem árabe, são recomendadas para garantir fartura. (CRUZ, 89)

A MODA MUDA PRA DAR SORTE

CALCINHA OU CUECA NOVAS: Dão sorte no amor, porque deixam os mal-entendidos para trás. São recomendadas principalmente para quem está começando namoro, para garantir o futuro.
ROUPA BRANCA: é um hábito relativamente recente, trazido para o Brasil com a popularização das religiões africanas. O branco representa luz, pureza, bondade.
QUALQUER PEÇA AMARELA: pode ser uma peça íntima, um lenço, uma faixa ou um pequeno lacinho amarelo (que deve ficar sempre na sua bolsa). O amarelo representa o poder do ouro e, dizem, atrai dinheiro.
UMA NOTA DE DINHEIRO DENTRO DO SAPATO: os orientais dizem que a energia entra no nosso corpo pelos pés. Vai daí, o dinheiro no sapato atrai mais e mais riquezas.
LENÇÓIS NOVOS: a dica é especial para recém-casados. Dizem que os lençóis novos, na primeira noite de ano, deixam as possíveis ameaças do ano passado na máquina de lavar. (CRUZ, 89).

A MEIA NOITE DEPOIS DOS ABRAÇOS, HÁ MUITO O QUE FAZER

PULAR SÓ COM O PÉ DIREITO. Você estará atraindo boas coisas para a sua vida, pois, segundo a Bíblia, tudo que está à direita é bom.
JOGAR MOEDAS, da rua para dentro de casa (se você mora no térreo, por favor). Dizem que atrai riqueza para todos que moram no lugar.
DAR TRÊS PULINHOS, com uma taça de champanhe na mão, sem derramar uma gota. Depois, jogar todo o champanhe para trás, de uma vez só, sem olhar. Você deixa para trás tudo de ruim. E não se preocupe em molhar os outros: quem for atingido pelo champanhe terá sorte garantida o ano todo.
SUBIR NUM DEGRAU numa cadeira, enfim, em qualquer coisa num nível mais alto. Diz o folclore que isso dá impulso a sua vontade de subir na vida. Comece, é claro, com o pé direito.
FAZER BARULHO: é uma forma de afugentar os maus espíritos que os povos antigos praticavam. Vale apito, batucada, bater panelas, desde que seja exactamente à meia-noite. Dizem que não há mal que resista.
ACENDER VELAS NA PRAIA ou jogar rosas nos espelhos de água, em intenção de Iemanjá. A deusa africana protege seus fiéis, com saúde, amor e dinheiro o ano todo, dia o candomblé.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A "Cambra" não paga...

Quinta-feira, 28.12.06

Mais uma vez se contesta o incumprimento da nossa “Cambra” e desta vez de forma menos clara e objectiva. Como pode um vereador, neste caso “Celestino Portela” responsável pelas finanças da “Cambra”, justificar o não pagamento dos vencimentos aos professores das Actividades Extra Curriculares, referindo que não se paga porque o Estado é o “patrão”, ou seja é de lá que tem de vir o dinheiro. Para quê começar uma actividade sem primeiro ter todas as infra-estruturas, quer físicas quer económicas tratadas para que tudo decorra com a normalidade que todos desejam? Eu mais uma vez venho a este blog, salientar a prepotência do executivo, que só olha para si mesmo. Gostava de ver todos os vereadores sem vencimento durante quatro meses, gostava de os ver pagar para trabalhar. Esta situação é lamentável, não é admissível ter uma equipa de professores a trabalharem completamente de graça. Melhor ainda é a “Cambra” salientar sem problema algum, que irá efectuar os pagamentos de apenas Setembro e Outubro, afinal quanto tempo trabalharam esses professores? Não bastará o sacrifício de andarem com o seu carro de escola em escola a “aturar” uns pirralhos que ficam por ali, porque os pais não os querem aturar? Não bastará o sacrifício de terem um horário ingrato e receberem apenas as míseras horas que trabalham, sem direito a nenhum subsídio para outros gastos? Razão maior para respeitarmos estes trabalhadores não há, eles lutam por um emprego parecido com o que perspectivaram  ter quando terminaram o seu curso e agora oferecem-lhes um que pouco tem de parecido com o que idealizaram. Portugal deixa estudar toda a gente, sem discriminação, de facto não nos podemos queixar, mas depois deixa os sonhos de quem se sacrificou irem pela ribeira do destino, sem dó nem piedade.

“Há vários outros factores burocráticos que obrigam a estes atrasos, como, por exemplo, as questões relacionadas com a colocação de professores”. Segundo o vereador, são vários os docentes que acabam por desistir da prestação deste serviço por terem sido colocados em escolas afastadas da região. “Esses professores têm de ser substituídos, o que obriga a processos burocráticos que em regra são demorados”.

Nunca vi tamanha (in)justificação, gostava mesmo de saber que processos burocráticos tão complicados se têm de efectuar para pagar a um empregado.

Tanta pressa em implementar este projecto, a Sra. Ministra quase a exigir que todas as escolas resolvessem fosse de que maneira fosse os seus problemas, o importante era começar. Agora gostava de a ver pedir celeridade também para pagar.

Já a 24 de Junho ouvíamos a Ministra dizer: “Segundo Maria de Lurdes Rodrigues, as instalações também não são o mais importante, para ela o importante é enriquecer o currículo, nem que seja no papel, se as crianças vão receber aulas de enriquecimento curricular dentro da sala, na cantina ou mesmo no hall de entrada, pouco lhe interessa, para ela o importante é que as escolas ofereçam todas as actividades extra curriculares.” Eu acrescentaria que também não importa se os professores irão ser pagos ou não, o importante é oferecer todas as actividades a que os alunos têm direito.

Bom Ano Novo e que a vida vos sorria!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Um Ano novo Melhor...

Quarta-feira, 27.12.06

Um Ano Novo melhor – este é o meu desejo.

Falando um pouco do que foi para mim 2006, refiro que parte significativa de nós elegeu a defesa do Ambiente como principal preocupação. Eu diria mesmo, que na nossa terra foi um assunto bastante debatido no que diz respeito ao não cumprimento da lei, à falta de sensibilidade do que é realmente proteger o Ambiente. Temos as nossas ribeiras poluídas, os limpa-fossas a  contribuir na poluição das mesmas. As fontes, foram outro assunto que na realidade fizeram de nós um pouco mais pobres na saúde ambiental. A falta de saneamento, contribuiu também para um 2006 cheio de reclamações, a “Barrinha” de Esmoriz vazando para o mar em plena época balnear. Mas será que as terras lusas  se dão ao luxo de eleger como  prioridade o Ambiente? De facto não podemos dizer que 2006 foi bom para o Ambiente. No entanto, ficou para segundo plano analisar as desigualdades sociais, a perda de emprego e poder de compra.

Se somos indiferentes a uma sustentabilidade económico-ambiental, então a nossa falta de visão e cidadania, leva-nos apenas a ter esperança. A esperança de um ano novo melhor.

Existe quem nesta altura, deite fora coisas “velhas”, sem pensar nos mais desprotegidos, sem se lembrar dos ecopontos, que na maioria das vezes se encontram atulhados de lixo comum, esquecem-se da crise económica pela qual passamos e fazem desta época uma época de consumismo desastroso.

Nesta altura de fim de ano, nem bom nem coisa alguma, concluo que foi um ano de muito trabalho, não propriamente brilhante, um ano de resposta apenas aos pedidos exagerados do nosso (des)governo. Quem era rico continuou rico, mas quem era pobre tornou-se mais pobre. As ofertas de crédito ao consumo, crédito à habitação, crédito para passar férias, para estudar, para comprar presentes de Natal…um facilitismo que nos vai levar a um 2007  mais infeliz para a maioria dos portugueses.

Resta-me  esperar pelo ano novo, desejar a todos um pouco mais de sorte, inteligência e até mesmo trabalho, pois este escasseia de tal forma, que ter um “trabalho” hoje em dia é como ter um tesouro.

Àquelas palavras do Eng. Sócrates “o pior ainda está para vir”, eu apenas saliento, que venham mais e mais palavras, mas que o incluam com as mesmas letras, ditongos, dígrafos e que ele não seja apenas um acento circunflexo na vida dos portugueses.

Feliz Ano Novo!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Mais um atentado ao meio Ambiente

Terça-feira, 26.12.06

 

Este é o retrato de alguns portugueses, que mesmo sabendo que existe uma recolha de lixo industrial, desrespeitam o seu semelhante, mostrando a falta de cultura que têm, no respeito pelo Meio Ambiente e sua preservação. Faço um  apelo às autoridades locais e Policiais, seria importante haver uma maior fiscalização, tentando desta forma evitar este mau exemplo para as crianças, futuros Homens de amanhã. Lamenta-se no entanto que por vezes o exemplo venha das próprias autoridades locais, que não cumprem com as suas responsabilidades de manter uma terra limpa, levando o exemplo aos cidadãos!... E a seguir é o que se vê.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Santo Estêvão em festa

Segunda-feira, 25.12.06

 

Santo Estêvão engalanou-se para mais uma vez celebrar o dia do seu Santo padroeiro. Uma festividade que como já é tradição deste lugar da nossa “Billa” é uma romaria que atrai muitos forasteiros, que procuram diante deste Santo o remédio para os seus males especialmente os da cabeça. Aproveito para elogiar a população deste lugar, pelo brio de ter um local magnífico e bem esmerado, que até nem parece pertencer a esta pobre Vila de Arrifana.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

O mau negócio da água

Domingo, 24.12.06

Com tanta água que a nossa Cambra mete nos negócios da água, não seria oportuno aproveitar este Inverno para fazer uma pequena Barragem na zona de lazer da Azenha? E até se exportava água límpida sem poluição para estes Animais?... E assim a Cambra poderia  saldar as suas dividas?!?!...Poderia fazer o Saneamento as Etares, reforçava a Feira Medieval o Imaginários, e ainda sobrava algum dinheiro, para estragar nas campanhas eleitorais para comprar mais uma vez os eleitores, com as suas falsas promessas. Mas como não há ideias, pobres "Animais", vão continuar secos de sede.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Christmas Angels...

Sábado, 23.12.06

Senhores Políticos e Pretendentes:
Peço-vos, como humilde Arrifanense
Que, seja qual for a vossa cor,
Sejam justos para as populações
E durante as próximas eleições
Prometam só o que possível for.

 

No nosso meio Arrifanense
Queremos um líder com altivez,
Que nos saiba levar para a frente,
Que não se iluda com vaidades
E reconheça as necessidades
Da “sua terra” e da sua gente.

 

Não nos interessam Partidos,
Nem argumentos garridos,
Que disso está o mundo cheio!
Queremos, sim, seriedade
E uma equipa com vontade
De fazer algo pelo nosso Meio!

 

Evitem os fingimentos,
Os falsos argumentos,
As comédias e mentiras.
Prezem a honestidade
E dediquem-se com vontade
À nossa “billa” e à nossa cidade !

   ( Adapt. De Vítor Matos )

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...






subscrever feeds



Pág. 1/4