Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




calendário

Novembro 2006

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Pesquisar

 


Árvore doméstica

Segunda-feira, 20.11.06

Este pinheiro que nasceu e cresceu dentro desta casa velha, é um perigo eminente. Cresce, cresce e a lógica da coisa será empurrar os cabos eléctricos na direcção do céu. Julgo que esta relíquia já devia ter sido demolida há muito, além de ser perigosa porque pode desabar para a via publica, é uma masmorra horrível num local onde impera a inovação. Uma urbanização como a de Stº André ter de conviver com este monumento do século passado (há que séculos) é lamentável. Não sei quem é o dono, nem me interessa, mas penso que alguém com competências já devia ter notificado os proprietários (se é que existem) para a respectiva demolição, é que o aspecto é degradante. Se olharmos com um “bocadito” mais de atenção vamos ver que mais abaixo uns metros é um regalo, os cabos eléctricos emaranhados duma tal forma nos ramos das árvores que um dia e com toda a certeza algo se irá passar podem ter a certeza disso. E perguntam vocês aqui ao “ppaparazzi”: - Ó “ppaparazzi” onde fica esta coisa? Fica mesmo ao lado da Capela de Santo André em Santa Maria da Feira e já agora, dêem uma particular atenção à subida (ou descida como queiram) logo após a Capela mais propriamente a Rua do Calvário.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...






subscrever feeds