Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




calendário

Outubro 2006

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Pesquisar

 


As mentiras continuam…

Sexta-feira, 27.10.06

«Verifiquei com satisfação que finalmente, ao longo de muitos meses, os sindicatos acabaram por concordar de que a introdução da avaliação era necessária no novo Estatuto da Carreira Docente. Mais vale tarde que nunca», disse o secretário-geral do PS, em Faro.

 

Este excerto do Primeiro-ministro, veio devorar os nervos dos sindicatos dos professores. Parece-me “bem” este jogo entre governo e trabalhadores, o que não entendo são as regras utilizadas por ambas as partes. Não podemos defender, ou simplesmente querer o bem da nação, temos mesmo é de aceitar as propostas exigidas pelos nossos superiores, não há volta a dar. A mentira tornou-se uma “coisa” normal, não podemos mais exigir das nossas crianças a verdade, pois elas estão a crescer vendo e sentindo as mentiras dos adultos. A cada dia que passa, sinto-me mais convicto em relação ao estado de graça em que se tornou este meu país, do qual tanto me orgulhava. Agora ao continuar as minhas leituras sobre o assunto “professores”, verifico que esta questão não vai ser fácil. Os supranumerários chegaram à classe docente, a contestação da avaliação vai ser camuflada por mais uma barbaridade do poder. Agora pergunto eu um simples mortal, que não sofre essas situações de carreira, ou não morra eu e seja enterrado num palmo de terra escura. Porque razão continuam abertos os cursos universitários para formar professores, se existem docentes em excesso? Se estes são assim tantos que irão ter de passar alguns a supranumerários, então está na hora de fechar esses cursos. Não deve ser nada agradável, estudar-se tantos anos, para no final acabar-se atrás de um balcão a atender clientes, numa repartição de finanças da terra, numa biblioteca a arrumar livros, num gabinete qualquer a fazer de conta que percebe do assunto…mas o que é isto? Não acham que está na hora de organizar o país? Pelo que tenho lido e analisado, o estado da economia portuguesa vai entrar em colapso não tarda muito e este governo nada tem feito para minorar a situação.

 

Estas são algumas das opiniões relacionadas com este tema, deixadas por leitores:

 

(A luta dos professores continua! Não andamos distraídos, não houve nenhum acordo entre ME e sindicatos, apenas mais uma tentativa falhada para minar a opinião pública. Carla)

(Se isto é mentira é lamentável ou se demite o Ministro ou o Cavaco tem de demitir o PM. Não se pode mentir tão descaradamente aos portugueses. Ana Catarina)

(Claro que este mentiroso compulsivo continua na sua senda compulsiva mentirosa. Não há acordo nenhum e continua a manipular a opinião pública. Em 2009 quando for derrotado nas eleições e a verdade vier ao de cima ver-se-á o mal que este tipo fez ao país e às pessoas deste país. Resistente)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por sednaa às 10:49

9 comentários

De Anónimo a 27.10.2006 às 12:43

Este senhor postador deste blog, parece mais ser um Salazarista do que um democrata, porque bem me parece mentiras dos governantes sempre existiram, ou já se esqueceu das mais recentes mentiras dos governantes anteriores? É bom que não culpem só um homem, pois ele está a tentar resolver aquilo que os outros não tiveram coragem de o fazer.

De Anónimo a 27.10.2006 às 15:46

Permita-me que o/a corrija. Afinal o anterior governo não agiu, mentiu, e por foi corrido e bem. Será que o facto de o anterior governo ter mentido dá toda e mais alguma permissão ao primeiro ministro e seus correligionários para mentir descaradamente todos os dias e a todas as horas? Sejamos coerentes, quem mente ... rua, seja do PS, PSD, PP, CDU ou o raio que os parta a todos.

De Eu a 27.10.2006 às 19:27

Exatamente, se eles mentiram tiveram o que mereceram, agora este governo devia provar que realmente era diferente, mas não, está a provar que realmente são todos iguais independentemente das cores politicas. Estamos rodeados de governantes incompetentes.

De XPTO a 27.10.2006 às 14:06

Eu acho que este homem resolve aquilo que a UE lhe impõe. Mas resolve o quê mais propriamente ? O défice? Tira direitos adquiridos aos trabalhadores? Aumenta a carga fiscal? Na saúde é que vemos, além de descontarmos ainda pagamos serviços aos quais deveríamos ter direito duma forma gratuita. Onde estão resultados destas práticas? Onde foi relançada a economia? Se continuar por aqui nunca mais acabo! Scuts !... diz-lhe alguma coisa? Alternativas à auto estrada para chegarmos daqui ao Porto? A Nacional 1? Viva o Sócrates, sem dúvida!... Espanha é quase igual a Portugal, ilações quem quiser que as tire.

De Anónimo a 27.10.2006 às 15:56

Só para conhecimento de alguns, e isto são dados do EUROSTAT, peso percentual de funcionários públicos em alguns países; Suécia-33,3%;Dinamarca-30,4%,Bélgica-28,8%,Finlândia-26,4%,Holanda-25,9%,França-24,6%;Alemanha-24%; PORTUGAL-17,9%. Menos do que nós só Espanha(17,2%) e Luxemburgo(16%). Então como é? Não há funcionários públicos a mais, eles estão é mal distribuídos. Cada ministro deste e doutros governos tem ao seu serviços pessoal e sob suas ordens directas 136 pessoas (secretário, sub-secretários, chefes de gabinete, funcionários de gabinete, assessores, secretárias e motoristas) para além de apenas 56 viaturas, recordo, para cada ministro - corresponde relativamente a cada um dos outros países CINCO VEZES MAIS QUE NO RESTO DA EUROPA. Mais comentários para quê? Não temos funcionários a mais, temos isso sim é ministros e políticos a mais.

De Eu a 27.10.2006 às 19:32

Aqui está a prova que realmente estão a fazer as coisas mal feitas. Como diz o comentador, não existem funcionários públicos a mais estão é mal distribuídos , e aqui concordo com o postador se na educação existem professores a mais fechem os cursos, se existem funcionários públicos a mais noutras áreas distribuam-nos melhor, e principalmente a começar por cima, secretários, sub secretários, ajudantes, assessores, choferes , meninas do café etc...há muita gente a comer à custa de um chefe, o chefe que trabalhe. A classe mais baixa é que se lixa, e aí também estão os professores, não pensem que estes são privilegiados, porque estes, não têm secretárias, nem assessores, nem choferes .

De Anónimo a 27.10.2006 às 21:43

Biba o pinoquio !!! Palhaço

De Lady a 28.10.2006 às 10:44

Isto é a pouca vergonha do governo português, falam falam falam mas não fazem nada de jeito. Não são só os professore os desgraçados, porque desgraçados desgraçados estão os operários fabris a ganhar uma miséria e em risco de perder os empregos.

De Atento a 30.10.2006 às 15:42

Concordo com a Lady é uma verdade...

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...