Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




calendário

Outubro 2006

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Pesquisar

 


(Des)educação

Quinta-feira, 19.10.06

Tal como se pôde verificar estes dois últimos dias, a greve no nosso concelho foi de facto significativa, apesar do corte orçamental que sofreram os professores. Salientam-se os agrupamentos do Cavaco, Argoncilhe, Corga e Lourosa que encerraram as suas portas. Dentro do concelho os jardins-de-infância e as escolas do 1º ciclo tiveram também uma forte adesão, embora se tenham repartido pelos dois dias, houve escolas encerradas por falta de professores, nomeadamente, Fornos, S. João de Ver; Gesteira; Caldas; Sanfins, entre outras.

O SPN Sindicato dos Professores do Norte, cobre as áreas da Feira, Ovar e Espinho, e referiu que a adesão rondou os 65%, salientando que nos três concelhos houve escolas encerradas os dois dias. Segundo estes, a dimensão do protesto deve de facto levar o Ministério e repensar o novo ECD.

 

Estamos sem dúvida nenhuma na altura de pensarmos numa educação de 1ª e não numa educação de 5ª categoria. Refiro-me ao facto de se estabelecerem critérios poucos justos e medidas desajustadas às realidades existentes no nosso país. A educação deve e com urgência, ser vista por todos como um bem para a nação. O professor/educador, não pode parar, deve poder usufruir de uma formação contínua para que esteja sempre actual, deve manter-se actualizado, para isso necessita de um apoio incondicional do Ministério da Educação. Só este pode dar oportunidades ao professor e ao aluno, sendo de facto relevante a existência de um programa flexível e uma gestão curricular de acordo com as realidades das escolas. Se continuarmos a insistir em marcação de reuniões a toda a hora, a exigir que os professores passem a maior parte do seu dia na escola, tendo de “tomar” conta de alunos, nunca poderemos ter professores com vontade de progredir na sua formação contínua. Esta nova proposta, é simplesmente elitista, selectiva e com segundas intenções. Nenhum ou muito poucos conseguirão ter um realce na sua carreira, cumprindo esta proposta. Poucos vão ser os que levarão da vida apenas a carreira de professor, e só esses conseguirão trabalhar 22 ou 25 h semanais com alunos, mais as actividades extracurriculares que também estão a ser cumpridas com alunos e infelizmente, não são pagas. O cumprimento de todas as reuniões convocadas pós laboral como todos sabem, e reparem que pouco sei disto, mas já estou a imaginar! Em que altura vai preparar as aulas o professor, tratar das papeladas (porque o professor também é secretário), contactar Juntas de Freguesia para lhe virem arranjar as desgraças que estão sempre a acontecer; atenderem os papás que cismam em não deixar o professor trabalhar, em que horas, pergunto em que horas, está o professor com a sua família a tempo inteiro? Dado isto, resta-me ter pena dos professores, estes não lêem, não escrevem, não fazem artigos para o jornal, não vão ao cinema, não lêem nem escrevem neste blog, pois não têm tempo, nem para lerem este meu artigo.

Está na hora de exigir dos professores uma boa formação, mas para isso retirem horas de trabalho e não aumentem, diminuam o número de alunos por turma e não fechem escolas, há muitos professores que querem trabalhar. O sucesso advém de uma qualidade de ensino estável, turmas pequenas, bons professores, motivados e com vontade de aprender cada vez mais. Um professor não é uma enciclopédia, é um ser humano.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por sednaa às 19:42

4 comentários

De Anónimo a 19.10.2006 às 23:31

Negociações param se protestos continuarem, ameaça Ministério

Os pais já não vão avaliar os professores. A alteração dos critérios de avaliação dos docentes foi uma das mudanças propostas pelo Ministério da Educação (ME) na quarta, e última versão, da proposta de revisão do Estatuto da Carreira Docente (ECD), que a tutela apresentou esta quinta-feira aos sindicatos.
O Governo propõe que os pais só participem no processo de avaliação de um professor se este assim o desejar. No entanto, os encarregados de educação continuam a fazer parte dos conjunto de entidades que vão avaliar a qualidade das escolas.

De Cross a 20.10.2006 às 14:07

Agora com as ameaças de Jorge Pedreira, ponham-se a pau, ainda manda os professores fazer limpeza às salas rsrsrsrsrrsrs a prepotência deste governo está a deixar os portugueses com os nervos à flor da pele. Só falta agora Valter Lemos vir à televisão apoiar a ministra e adjunto para a coisa ficar a 100%. Viva a democracia socialista, faz o que o mando e fica caladinho ou..... n digo mais.

De Lídia a 20.10.2006 às 22:46

Sem dúvida um caos este ensino. A ministra parece que nasceu para destruir o ensino em Portugal, está ausente das escolas e anda a tentar prejudicar toda a gente. Reparem ela não está a prejudicar somente os professores, ela está a dar uma vida de cão aos alunos. estes não vão à escola para aprenderem e terem no final do ano adquirido uma formação, eles vão colar matérias a cuspe e ter muitas aulas muitas actividades muitas coisas e pouco conteúdo. Criança hoje em dia sofre.

De Bia a 21.10.2006 às 12:33

A propósito dos professores veja-se a vergonha a que chegámos quando o Secretário de Estado da Educação, tem a "lata" de vir dizer que faz algumas cedências ao E.C.D ., se os os professores deixaram de lutar. Mas afinal em que país estamos, e em que regime político. A continuar assim, não tarda estarmos a ser governados por uma ditadura, aliás este governo tem-se revelado ser mais de direita do que os verdadeiros partidos da direita.

Comentar post



Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...