Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Twitter


calendário

Setembro 2014

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930


Pesquisar

 


Segue o tempo de antena do Bloco de esquerda

Terça-feira, 09.11.10

Autoria e outros dados (tags, etc)

Falta de pagamento

Sábado, 02.10.10

 

 

 

 

Falta de pagamento por serviços prestados por agentes culturais à Câmara Municipal de Santa Maria da Feira
 
O Bloco de Esquerda teve conhecimento que a Câmara Municipal nos últimos anos terá implantado alguns projectos em diversas áreas, tendo como parceiros várias instituições privadas e diversos agentes culturais.
 
Tivemos também conhecimento que muitas dessas parcerias se realizaram sem haver contratos entre a autarquia e os referidos parceiros, numa clara violação da legislação em vigor. Havendo diversos materiais (prospectos, fotos, noticias na imprensa, sitio da Câmara Municipal, etc.) que comprovam a sua execução.
 
Os projectos foram executados nos termos e prazos acordados mas a autarquia ainda cumpriu a sua parte, que é pagar o acordado as diversas instituições e agentes culturais.
 
Numa altura em que o Concelho atravessa uma grave crise económica e social, a Câmara Municipal, com este incumprimento, está a arrastar estas instituições e agentes culturais para uma situação financeira muito grave. Ou seja, a Câmara Municipal esta a acrescentar crise à crise.
 
O representante do Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal fez um requerimento ao presidente da Câmara Municipal, com varias questões sobre os incumprimentos financeiros por parte da autarquia.
 
O BE espera que a autarquia cumpra a tempo e horas com as suas obrigações financeiras.
 
Para o BE a autarquia deveria sem um exemplo pela positiva e não como actualmente acontece. 
 
ler aqui o requerimento
 
 
Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

O Esquerda de Março

Quarta-feira, 03.03.10

 

 

 

Leia o Esquerda de Março de 2010.

 

Nesta edição pode ser lido um artigo sobre a luta dos trabalhadores da CorksRibas/Grupo Amorim.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 12:58

Despedimento injusto

Domingo, 31.01.10

Trabalhadores da empresa CorksRibas, pertencente ao Grupo Amorim, injustamente despedidos continuam à porta da empresa a lutar pela sua reintegração.
Os trabalhadores vão avançar esta semana com uma providência cautelar no tribunal para suspender o despedimento, defendendo a reintegração na empresa.
Para o Bloco de Esquerda, a administração da CorksRibas tem realizado uma operação de contra-informação inqualificável, tentando escamotear a perseguição que realiza aos trabalhadores em causa. Todo o processo que envolve os processos disciplinares aos trabalhadores enferma da falta de factos credíveis, representando que são sentimentos de vingança que motivaram o despedimento. Até a tentativa por parte da empresa de esconder as ligações ao Grupo Amorim demonstra o desespero criado pela mediatização da situação. É do conhecimento público as ligações da empresa CorksRibas ao Grupo Amorim, pelo que a realidade se encarrega de desmentir as palavras da administração.
Face à gravidade da situação em que os trabalhadores se encontram, o deputado do Bloco de Esquerda Pedro Filipe Soares estará amanhã, segunda-feira, dia 1 de Fevereiro, às 10:30h, junto às instalações da empresa em contacto com os trabalhadores.
  
 Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 22:48

Despedimentos em empresa Amorim

Terça-feira, 26.01.10

Despedimentos em empresa do Grupo Amorim por motivos políticos e sindicais
O Bloco de Esquerda considera inaceitável a atitude que a empresa Corks Ribas, uma empresa da indústria granuladora de cortiça do concelho de Santa Maria da Feira que pertence ao Grupo Amorim, está a ter com os seus trabalhadores da produção.
A empresa despediu 4 trabalhadores da produção como resultado de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda considera que as bases para o processo disciplinar são de pura perseguição política aos seus trabalhadores, colocando em causa o direito constitucional que lhes assiste de actividade política e sindical. Aliás, o despedimento não tem qualquer base de verdade nos motivos indicados, indicando que o despedimento dos trabalhadores decorre de “influência negativa” que o delegado sindical exerce sobre eles. Esta motivação para o despedimento é absurda na medida em que tenta punir os trabalhadores põe supostas influências de terceiros.
O Bloco de Esquerda presta toda a solidariedade para com os trabalhadores da Corks Ribas ilegalmente despedidos.
O Bloco de Esquerda considera este despedimento uma clara represália do Grupo Amorim à actividade política e sindical destes trabalhadores, dado que todos são activistas políticos e sindicais. Esta é a verdadeira motivação para o seu despedimento.
O Bloco de Esquerda irá denunciar esta ilegalidade junto da Autoridade para as Condições no Trabalho, exigindo que seja levantado uma contra-ordenação grave à empresa pela sua conduta, que resultou numa sanção abusiva.
O deputado Pedro Filipe Soares solicitou a imediata intervenção da Autoridade para as condições do Trabalho. ler aqui

 
Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 21:01

Mosteirô com candidato do Bloco

Quinta-feira, 21.01.10

Bloco de Esquerda apresentou cabeça de lista à Junta de freguesia de Mosteiro, Concelho de Santa Maria da Feira
 
No passado Sábado dia 16 de Janeiro decorreu um almoço com militantes em Mosteirô, que contou com a presença do Coordenador da Comissão Política do Bloco Esquerda Francisco Louçã, com o Deputado eleito por Aveiro, Pedro Filipe Soares.
 
O almoço que contou com 150 pessoas, teve como um dos seus momentos mais altos a apresentação de Luis Sá como candidato à Assembleia de Freguesia de Mosteirô.
 
Luis Sá durante o seu discurso afirmou que “A população de Mosteirô sabe que com o Bloco na junta de freguesia todos serão chamados a colaborar, todos sem excepção saberão como a Freguesia estará a ser gerida” e que “Chega de Mosteirô ser notícia por maus motivos é altura de mudar. A população de Mosteirô merece mais e melhor! Da nossa parte, da parte do Bloco de Esquerda, já sabem com o que podem contar.”
 
Também Francisco Louçã e Pedro Filipe Soares frisaram durante os seus discursos a importância desta candidatura, pois o Bloco de Esquerda é a única força política capaz de garantir que os interesses da população sejam respeitados.
 
 
Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Administração às 21:36

BE reclama portagens nas SCUT's

Segunda-feira, 18.01.10

BE Contra portagens nas SCUT´s e contra as cambalhotas de alguns autarcas do distrito de Aveiro

 

O Presidente da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA), Ribau Esteves, admitiu ontem que os municípios que integram a associação não estão contra a introdução de portagens nas auto-estradas A17 e A29, desde que o Governo garanta verbas comunitárias para novas estradas urbanas na região. Esta posição contrasta com a dos municípios a norte do Douro que não admitem portagens nas SCUT's.

Para o BE, esta posição demonstra que os municípios da região de Aveiro são subserviente à política do Governo mesmo que isso represente um retrocesso nas condições de vida dos aveirenses. Fica ainda demonstrado que os autarcas da região estão dispostos a trocar a qualidade de vida da população por verbas que garantam inaugurações contínuas de obras.

Esta tomada de posição da CIRA, que acreditamos que é contrária ao sentimento maioritário da população, demonstra que este órgão sem eleição directa não é representativo da população que devia defender e não dispõe de qualquer legitimidade democrática.

O BE denota ainda que também no que respeita à política de gestão da Água, os municípios da região na esperança de obter liquidez para colmatar os seus buracos financeiros, não foram capazes de apresentar uma política alternativa à do Governo de José Sócrates, embarcando numa parceria que levará ao encarecimento da água e do saneamento.

O BE manifesta-se contra a colocação de portagens nas SCUTs, e em coerência apresentou um projecto de lei para terminar com a possibilidade dos chips nas matrículas, a desejada base da implementação das portagens.
 
Quando a população esperava medidas de fundo para combater a grave crise que se abateu sobre o distrito, a inclusão das portagens vem ainda agudizar mais a situação. A população ficará mais depauperada financeiramente e as empresas fugiram a mais este encargo. Umas deslocar-se-ão para zonas onde não haja portagens, outras deixaram de vir para o distrito.
 
Decididamente há políticos que pautam a sua acção pelo folclore virando as costas aos reais problemas dos cidadãos. Nas campanhas eleitorais prometem defender as populações, quando eleitos deixam-se hipnotizar pelo poder económico entrando em letargia profunda, obedecendo aos interesses de quem “enterra” as populações no desemprego e na miséria.

 
 
Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Deputado do Bloco de Esquerda quer investigação de falências fraudulentas

Terça-feira, 15.12.09

As falências e os despedimentos têm sido uma das mais devastadoras consequências da grave crise que o país atravessa desde 2008.

Todos os dias o Bloco de Esquerda toma conhecimento de novos casos de despedimentos colectivos na sequência de processos de insolvência de inúmeras empresas, tanto nacionais como estrangeiras. Em muitos casos, como o da Arauto, de Ovar, as unidades empresariais encerram sem pagar as respectivas indemnizações e os salários em falta aos seus trabalhadores.

O Bloco de Esquerda não manifesta qualquer dúvida relativamente à difícil situação vivida pelo sector empresarial em Portugal mas, no entanto, está também consciente da existência de falências fraudulentas, a que certos empresários recorreram, abstendo-se do cumprimento das suas obrigações para com os trabalhadores, para depois abrir portas de uma nova empresa, libertando-se das situações de imparidade.
 
Desta forma, o Bloco de Esquerda questiona o Governo sobre quantas falências foram investigadas desde o início do ano de 2008?
 
Quantas empresas se encontram sob investigação por suspeita de falência fraudulenta e quantas falências fraudulentas foram identificadas neste período? São os meios, quer humanos, quer logísticos, ao dispor da ACT, suficientes para a investigação de todas as suspeitas? 
 
Veja aqui as perguntas colocadas pelo deputado Pedro Filipe Soares à Autoridade para as Condições do Trabalho , aoMinistério do Trabalho e Segurança Social e ao Ministério da Economia, Inovação e Desenvolvimento.


Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

BE exige inquérito célere

Sábado, 12.12.09

O Bloco de Esquerda está preocupado com o acidente que ocorreu no evento Terra dos Sonhos, organizado pela empresa municipal Feira Viva no concelho de Santa Maria da Feira.
A queda de uma bancada no evento Terra dos Sonhos, com cerca de 500 lugares, gerou vários feridos. O Bloco de Esquerda está solidário com os feridos deste lamentável acidente e com os seus familiares.
Uma delegação do Bloco de Esquerda, com a presença do deputado Pedro Filipe Soares, deslocou-se ao local do acidente, onde tomou conhecimento dos pormenores da situação e acompanhou a evacuação dos feridos.
A gravidade do acidente exige que sejam esclarecidos os motivos que levaram ao desmoronamento da estrutura. Assim, o Bloco de Esquerda exige que seja levado a cabo um inquérito, realizado por uma entidade independente, que averigúe a situação e apure responsabilidades.
O BE considera essencial para o esclarecimento público que esse inquérito seja célere e claro, para que as responsabilidades sejam cabalmente apuradas.
 
 
Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Despedimentos injustos para o BE

Quinta-feira, 10.12.09

A empresa CorksRibas quer despedir trabalhadores que são activistas sindicais e políticos


A empresa CorksRibas situada em S. Paio de Oleiros Concelho de Santa Maria da Feira, desencadeou processos disciplinares a quatro trabalhadores da produção, tendo em vista o consequente despedimento com justa causa. Os processos disciplinares acontecem após a existência de uma inspecção à fábrica por parte da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT). Na inspecção em questão foram verificadas várias irregularidades em matéria de higiene e segurança.
A inspecção realizada terá azedado as relações entre a administração e os trabalhadores, nomeadamente devido a suspeitas da administração de que tenham sido os próprios trabalhadores a denunciar as ilegalidades existentes.
Os trabalhadores acusados pela empresa são activistas sindicais e políticos. Assim, parece claro consistir o presente caso numa perseguição política aos trabalhadores como represália pela inspecção que existiu, tendo estes sido escolhidos para instauração do processo disciplinar com base em critérios relativos com a sua actividade política.
Esta atitude da administração da empresa colide com os direitos constitucionais que os trabalhadores têm à sua actividade sindical e política. De igual modo, a atitude da administração parece querer legitimar ilegalidades indicadas pela ACT, revelando não valorizar a melhoria das condições de trabalho decorrentes das correcções a que a empresa foi obrigada.
O Bloco de Esquerda considera inaceitável a actuação da administração da empresa e endereçou perguntas sobre a situação ao Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social e à ACT
O Bloco de Esquerda considera que o Governo e a ACT têm a obrigação de defender o direito dos trabalhadores em causa, defendendo a sua plenitude da sua actividade cívica.
Face a este grave atropelo, o deputado do BE Pedro Filipe Soares questionou o Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social e a Autoridade para as Condições do Trabalho.
 
Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda de Aveiro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Comentários recentes

  • Anónimo

    Este paraquedista so falou da zona de lazer de Aze...

  • Anónimo

    APOIADO NO QUE AFIRMASMUITO OBRIGADO

  • Anónimo

    Acham que esse candidato deveria ter ganho? Para u...

  • Anónimo

    TU DEVES SER MAIS QUE PARVO, OU TENS UM RABO MUITO...

  • Anónimo

    comentário do dia das eleições, só falta o padre d...

  • Gertrudes Pinheiro

    Olá Kaskaedeskaska a Banana!Alguém me sabe dizer q...

  • Anónimo

    Os ratos fugiram. Vão ter que mentir e depois resp...

  • Anónimo

    vai haver festa

  • Anónimo

    Fiquei CHOCADA com a falta de informação deste com...

  • Anónimo

    Tudo seria fácil se o senhor Delfim Silva tivesse ...






subscrever feeds